Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal recebe 658 pedidos de intermediários de crédito

2018 é o ano em que os intermediários de crédito devem regular a sua actividade. Para isso, devem registar-se junto do Banco de Portugal.

9º Banco de Portugal
Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 24 de Outubro de 2018 às 12:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco de Portugal recebeu, nos primeiros seis meses deste ano, mais de 600 pedidos de registo de intermediários de crédito, revela a Sinopse de Actividades de Supervisão Comportamental. Actualmente, são 192 os intermediários que têm a autorização do supervisor financeiro.

 

"Durante o primeiro semestre de 2018, o Banco de Portugal recebeu 658 pedidos de autorização de entidades que pretendiam actuar como intermediário de crédito, a maioria dos quais submetidos junto ao final do semestre", adianta o Banco de Portugal. No final do primeiro semestre, do total de pedidos apresentados, quatro tinham sido recusados e os restantes estavam em análise.

 

De acordo com a informação disponibilizada no Portal do Cliente Bancário, actualmente foram concedidas 192 autorizações para intermediários de crédito. Destes, a grande maioria são "stands" de automóveis. Os intermediários que, a 1 de Janeiro de 2019, não estejam registados junto do Banco de Portugal não podem exercer a sua actividade.

 

Esta é uma das alterações mais relevantes do ano de 2018. O Banco de Portugal é responsável, desde 1 de Janeiro, pela autorização e pelo registo das entidades que prestam serviços de intermediação ou de consultoria relativamente a contratos de crédito.

 

Além disso, também desde o arranque do ano que o supervisor tem também a competência de certificar as entidades responsáveis por ministrar a formação que confere certificação profissional no âmbito dos regimes do crédito hipotecário e dos intermediários de crédito. Ou seja, a formação que todos os funcionários bancários terão que ter para conceder crédito para casa.

 

O Banco de Portugal recebeu, no primeiro semestre, cinco pedidos de certificação de entidades formadoras, tendo sido deferidos dois. Actualmente, são já quatro as entidades formadoras certificadas.

 

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias