Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco Best regista maior crescimento nas transacções em Bolsa através da Internet

O Banco Best foi a instituição financeira «on-line» que registou o maior aumento de transações em Bolsas através da Internet, com um crescimento de 154,7% em Outubro. O Activobank continua a ter a maior quota de mercado.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 15 de Novembro de 2002 às 12:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Banco Best foi a instituição financeira «on-line» que registou o maior aumento de transações em Bolsas através da Internet, tendo registado um crescimento de 154,7% em Outubro, face ao período homólogo. O Activobank continua a ter a maior quota de mercado.

O Banco Best registou um acréscimo em Outubro, quanto ao volume transaccionado em Bolsa através da Internet, para 32,3 milhões de euros, tendo atingido uma quota de mercado de 10,4%, divulgou a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

A Caixa B.I. situou-se na segunda posição tendo registado um crescimento de 108,1%, no período em análise, seguido do ActivoBank que registou uma subida de 73%, segundo a mesma fonte.

O Banco Comercial Português foi a instituição bancária que registou um maior decréscimo, em Outubro, relativamente às transacções em Bolsa através da Internet, com uma quebra de 64,6%, seguido do Banco Espírito Santo que registou menos 44,1%, face ao mesmo período do ano passado.

Activobank com 27% do mercado em Outubro

Em termos de quota de mercado, o ActivoBank continua a liderar o «ranking» tendo atingido uma quota de mercado de 27%, mais 12,5 pontos percentuais do que o registado no homólogo. No acumulado deste ano o banco online do BCP registou uma quota de 30,1%.

O BIG mantém-se na segunda posição, com uma quota de 18,4%, seguido do BCP com uma quota de 18,4%. O Banco Best, na quinta posição do «ranking», registou uma quota de mercado de 10,4% em Outubro.

O volume de transações em Bolsa, através da Internet registou um decréscimo de 7%, em Outubro, para 310,8 milhões de euros. Nos primeiros dez meses do ano, esta rubrica aumentou 17,8% para 2,34 mil milhões de euros.

Ver comentários
Outras Notícias