Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco central suíço anuncia retirada de programas de compra de obrigações

O Banco Central da Suíça manteve hoje os juros inalterados em 0,25% e anunciou que vai terminar algumas medidas de emergência aplicadas durante a crise financeira, para estimular o crescimento económico.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 10:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Banco Central da Suíça manteve hoje os juros inalterados em 0,25% e anunciou que vai terminar algumas medidas de emergência aplicadas durante a crise financeira, para estimular o crescimento económico.

A autoridade monetária suíça, liderada por Jean-Pierre Roth, informou que a instituição vai parar os programas de compras de obrigações, apesar de manter as compras de moeda.

A economia da Suíça emergiu da sua pior recessão em mais de 30 anos no terceiro trimestre, depois do Banco Central da Suíça ter cortado os custos dos empréstimos, ter adquirido dívida de empresas e moedas estrangeiras para interromper os ganhos da moeda suíça e combater a deflação.

Apesar da retoma económica, Roth afirmou no final do mês passado que os sinais de crescimento “não significam que todos os problemas estão ultrapassados”.

“A recuperação económica, certamente em curso, permanece porém frágil. Ainda há incertezas consideráveis sobre como a situação vai evoluir”, realça a entidade em comunicado.

O franco abrandou os ganhos face ao euro, depois do comunicado do Banco Central da Suíça. A divisa seguia a negociar em 1,5126 por euro, depois de já ter estado a cotar em 1,5113 durante a manhã, a reagir ao comunicado da entidade, que reforçou a seu compromisso em “prevenir qualquer apreciação excessiva do franco face ao euro”.

Ver comentários
Outras Notícias