Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banif revê estimativas de receitas da EDP em 24,3 milhões de euros em 2005

O Banif reviu em alta na ordem dos 24,3 milhões de euros, o total das receitas estimadas para a Electricidade de Portugal (EDP) em 2005 e 2006, devido ao impacto da repercussão nas tarifas dos custos de reestruturação.

Bárbara Leite 21 de Agosto de 2003 às 15:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Banif reviu em alta na ordem dos 24,3 milhões de euros, o total das receitas estimadas para a Electricidade de Portugal (EDP) em 2005 e 2006, devido ao impacto da repercussão nas tarifas dos custos de reestruturação.

De acordo com um estudo datado de ontem, o Banif refere que procedeu à revisão das estimativas em resultado da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) ter autorizado a repercussão dos custos de reestruturação de 2003 e 2004 nas tarifas a partir de 2005.

A EDP pode passar para as tarifas um total de 485,7 milhões de euros de custos de reestruturação, como custos com saída de pessoal, amortizáveis em 20 anos.

Com base neste valor, «revemos as nossas estimativas aumentando, em 2005 e 2006, respectivamente, um total de 24,3 milhões de euros nas receitas».

Para 2005, o Banif prevê uma subida dos lucros para os 472,8 milhões de euros e no ano seguinte um crescimento para os 545,1 milhões de euros. Para este ano, os analistas do Banif perspectivam uma subida dos lucros para os 9,9% para os 368,718 milhões de euros.

EDP já gastou 250 milhões de euros com saída de pessoal

Nos primeiros quatros anos, desde 2000, a EDP chegou a acordo com 3.800 colaboradores e despendeu cerca de 250 milhões de euros até agora. Mas este total, não reflecte na sua totalidade os custos de reestruturação com reformas antecipadas.

O Banif concluiu «que a EDP pode avançar com mais 3.690 reformas antecipadas nos próximos dois anos», em ordem para transferir a totalidade do montante que a ERSE autorizou passar para os consumidores finais.

Uma redução nos postos de trabalho, vai permitir à maior eléctrica nacional aumentar o número de clientes por trabalhador para 859 de 623, o que compara com os 1.010 da Iberdrola, 981 da Union Fenosa e com os 764 da Endesa. Desta forma, a EDP reforça a sua produtividade face às congéneres espanholas que vão concorrer directamente com ela, já a partir do próximo ano.

Apesar desta «performance» expectável, os resultados da EDP não vão de imediato espelhar este comportamento.

EDP deverá aumentar EBITDA em 42 milhões em 2004

Os resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações ou EBITDA da EDP deverão subir, em 2003, 14,83% para os 1,703 mil milhões de euros, segundo estimativa do Banif.

Para 2004, o Banif prevê que a eléctrica alcance um EBITDA de 1,84 mil milhões de euros, mais 42 milhões de euros do que anteriormente previsto pela corretora.

As alterações nas receitas não vão só ocorrer em 2005 e 2006. Segundo as previsões do Banif, a avaliação da EDP Distribuição, segmento ligado à distribuição de energia eléctrica aumentou 4,1% para os 5,4 mil milhões de euros.

As acções da EDP cotavam nos 2,04 euros, a subir 1,49%.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias