Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE corta juros em Janeiro se a inflação cair abaixo dos 2%

Miguel Angel Fernandez Ordonez, membro do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE), afirma que a autoridade monetária da Zona Euro poderá voltar a cortar a taxa de juro em Janeiro, caso as expectativas para a inflação se situem significativamente abaixo dos 2%.

Paulo Moutinho 22 de Dezembro de 2008 às 10:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Miguel Angel Fernandez Ordonez, membro do Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE), afirma que a autoridade monetária da Zona Euro poderá voltar a cortar a taxa de juro em Janeiro, caso as expectativas para a inflação se situem significativamente abaixo dos 2%.

“É algo que vamos decidir em Janeiro”, afirmou Ordonez, que é também Governador do Banco de Espanha, em declarações ao “El País”, citadas pela Bloomberg. “Se, entre outras variáveis, observarmos que as expectativas de inflação vão situar-se substancialmente abaixo dos 2%, o mais lógico será que cortemos a taxa de juro”.

Jean-Claude Trichet, presidente do BCE, sinalizou, na semana passada, que a autoridade monetária poderá fazer uma pausa em Janeiro, mesmo perante um cenário de contracção da economia da Zona Euro. O BCE efectuou três cortes de juros, nos últimos meses. O último corte foi o mais agressivo. A taxa desceu em 75 pontos base para os 2,5%.

Os contratos futuros mostram que os investidores acreditam num novo corte em Janeiro, de 50 pontos base, para 2%. Apesar da perspectiva, a moeda da Zona Euro seguem em alta face ao dólar, dado o elevado diferencial da taxa directora do BCE e da Reserva Federal dos EUA. O euro segue a ganhar 0,76% para 1,4018 dólares.

Ver comentários
Outras Notícias