Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE deve subir juros para 2,75% em dois anos

O Banco Central Europeu deverá subir a taxa de juro em 75 pontos base, ao longo dos próximos dois anos, colocando o preço do dinheiro da Zona Euro em 2,75%, segundo as estimativas de um grupo de institutos económicos.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 31 de Março de 2005 às 14:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Central Europeu deverá subir a taxa de juro em 75 pontos base, ao longo dos próximos dois anos, colocando o preço do dinheiro da Zona Euro em 2,75%, segundo as estimativas de um grupo de institutos económicos.

O Euroframe-EFN, que reúne 10 institutos análise económica de vários países europeus, sustenta a sua estimativa com a previsão de recuperação na economia europeia ao longo dos próximos anos.

Segundo a mesma fonte, o Produto Interno Bruto dos 12 países da Zona Euro vai crescer 1,5% este ano e 2% em 2006, dando espaço de manobra ao BCE para subir os juros de forma moderada, de modo a manter a estabilidade dos preços.

Depois de um fraco crescimento, «a Zona Euro vai voltar a apresentar taxas de crescimento mais em linha com o seu potencial», refere o Euroframe-EFN, acrescentando que a maior ameaça a este cenário consiste «numa nova apreciação do euro».

O BCE mantém a taxa de juro na Zona Euro em 2% desde Junho de 2003, devido aos sinais de debilidade económica na região. Ainda hoje a Alemanha anunciou que a taxa de desemprego voltou a atingir um novo recorde desde a II Guerra Mundial, nos 12%, e a confiança dos consumidores franceses está em queda.

Nos últimos dois anos o euro acumula uma valorização de 20% face ao dólar, o que também contribuiu para o fraco crescimento da Zona Euro e para o facto de o BCE não ter já iniciado as subidas nas taxas de juro.

O mercado em geral aguarda que a entidade liderada por Jean Claude Trichet suba os juros em 25 pontos base, para 2,25%, no terceiro trimestre, mas o comportamento da Euribor nos últimos dias sugere que os investidores estarão a recuar nesta aposta. A Euribor a seis meses desceu hoje para os 2,207%.

Nos Estados Unidos as taxas de juros estão já nos 2,75%, depois da Reserva Federal ter efectuado sete aumentos desde o ano passado. E na maior economia do mundo a expectativa é para que o preço do dinheiro aumente de forma mais rápida, pelo que o diferencial com a Zona Euro tenderá a aumentar.

Mais lidas
Outras Notícias