Bolsa BCP e Galp descem mais de 1% e penalizam abertura do PSI-20

BCP e Galp descem mais de 1% e penalizam abertura do PSI-20

A bolsa nacional está a negociar em queda pela segunda sessão consecutiva, contrariando a evolução dos principais mercados europeus.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 20 de fevereiro de 2018 às 08:17

A bolsa nacional está a negociar em queda esta terça-feira, 20 de Fevereiro, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a descer 0,42% para 5.412,91 pontos. Das 18 empresas que formam o principal índice nacional, 11 estão em queda, cinco em alta e duas inalteradas.

Lisboa contraria desta forma a tendência positiva das principais praças europeias, no dia em que Wall Street regressa à negociação depois da "pausa" de segunda-feira, devido à comemoração aniversário do primeiro presidente do país, George Washington.

Nesta altura, a bolsa de Amesterdão ganha 0,14% e a de Paris 0,15%.

Em Lisboa, as perdas estão a ser motivadas sobretudo pelo BCP e pela Galp Energia. O banco liderado por Nuno Amado desvaloriza 1,32% para 29,06 cêntimos, enquanto a Galp desliza 1,36% para 14,495 euros.

Esta evolução acontece depois de a petrolífera ter anunciado, antes da abertura do mercado, que os seus lucros aumentaram 25% em 2017 para 602 milhões de euros, e que o dividendo relativo ao exercício do ano passado será de 55 cêntimos, uma melhoria de 10%. Notícias que, para já, não estão a ser suficientes para animar os investidores.

Ainda na energia, a EDP cai 0,29% para 2,764 euros, a EDP Renováveis valoriza 0,28% para 7,155 euros e a REN recua 0,16% para 2,492 euros.

No retalho, a Jerónimo Martins perde ligeiros 0,03% para 17,35 euros e a Sonae desvaloriza 0,25% para 1,22 euros.

Do lado do ganhos destaca-se a Semapa, com uma subida de 1,10% para 18,32 euros, depois de, na sexta-feira, ter anunciado um aumento de 8% nos lucros do ano passado.