Mercados BCP reduz participação na Teixeira Duarte para metade em cinco anos

BCP reduz participação na Teixeira Duarte para metade em cinco anos

O BCP chegou a deter 10% da Teixeira Duarte, através do fundo de pensões. Hoje, já só controla menos de 5% da construtora, depois de ter vendido mais um lote de ações.
BCP reduz participação na Teixeira Duarte para metade em cinco anos
Rafaela Burd Relvas 15 de abril de 2019 às 17:49
No espaço de cinco anos, o BCP reduziu para metade a participação que detém na Teixeira Duarte, através do seu fundo de pensões. O banco, que chegou a controlar 10% da construtora, já so detém uma participação inferior a 5%, depois de ter vendido mais um lote de ações.

A última venda, comunicada esta segunda-feira, 15 de abril, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), foi concretizada no início deste mês.

"A Ocidental - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, sociedade gestora do Fundo de Pensões do Grupo Banco Comercial Portugues, vem informar que, em 5 de abril de 2019, o referido fundo reduziu a participação no capital social da sociedade Teixeira Duarte, de 21.078.470 ações representativas de cerca de 5,018% do capital social e dos direitos de voto respetivos, para 20.929.397 e cerca de 4,983%, respetivamente", pode ler-se no comunicado enviado à CMVM.

Em 2011, o BCP detinha, através deste fundo de pensões, cerca de 10% do capital da Teixeira Duarte, segundo a informação disponível no relatório sobre o governo da sociedade relativo a esse ano. A participação tem vindo a ser reduzida desde 2014, ano em que ainda controlava 9,8158% da empresa de construção.



Marketing Automation certified by E-GOI