Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP confirma que acompanha aumento de capital da EDP

O Conselho de Administração do Banco Comercial Português confirmou hoje que vai acompanhar o aumento de capital da EDP, realizando um investimento de 61 milhões de euros, para manter a proporção de 5,05% detida na eléctrica. Além do banco, a Brisa e Estad

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 12 de Novembro de 2004 às 17:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Conselho de Administração do Banco Comercial Português confirmou hoje que vai acompanhar o aumento de capital da EDP, realizando um investimento de 61 milhões de euros, para manter a proporção de 5,05% detida na eléctrica. Além do banco, a Brisa e Estado, que vai alienar parte dos direitos à CGD, já confirmaram que vão participar na operação.

Num comunicado enviado à CMVM, o Banco Comercial Português (BCP) [BCP] informa ter hoje deliberado subscrever o aumento de capital reservado a accionistas a realizar pela EDP – Energias de Portugal [EDP].

O banco liderado por Jardim Gonçalves controla actualmente 151.635.713 acções da eléctrica, correspondentes a 5,05% do capital ou 5,10% dos direitos de voto.

Para manter a participação de 5,05%, depois do aumento de capital, o maior banco privado nacional vai fazer um investimento de 61 milhões de euros.

Esta decisão, segundo o mesmo comunicado, «enquadra-se no âmbito da parceria estratégica entre as duas instituições que se vê assim reforçada», diz o banco, que controla 22,8% do capital da Oni, operadora de telecomunicações controlada maioritariamente em 56% pela eléctrica.

A Brisa [BRISA] também anunciou ontem que vai injectar 24 milhões de euros na operação para manter a participação de 2%.

A Direcção Geral do Tesouro que detém actualmente 18,96% da EDP vai alienar os seus direitos à Caixa Geral de Depósito (CGD), que também vai comprar 63,04% dos direitos pertencentes à Parpública, de forma a repor a sua participação de 4,75% na EDP.

As acções da EDP fecharam hoje em queda de 0,85% para 2,33 euros, e os direitos [EDPDS] encerraram nos 0,10 euros.

Ver comentários
Outras Notícias