Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP e Galp mantêm bolsa em terreno negativo

Praça portuguesa continua a contrariar a tendência de alta ligeira das praças europeias.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 30 de Maio de 2011 às 10:36
  • Partilhar artigo
  • ...
A queda acentuada das acções do Banco Comercial Português impede a praça portuguesa de acompanhar o dia positivo das bolsas europeias.

O PSI-20 cai 0,23% para 7.621,09 pontos, com seis cotadas em alta, 13 em queda e uma inalterada. Na Europa a sessão está a ser positiva, num dia que se espera de liquidez mais reduzida, devido ao facto de ser feriado nos Estados Unidos e por isso Wall Street estar fechada.

O Banco Comercial Português lidera as quedas no PSI-20, com uma desvalorização de 2,2% para 0,489 euros, com os títulos do banco a serem pressionados pela negociações dos direitos de subscrição do aumento de capital, que hoje cedem 13,33% para 0,13 euros.

No resto da banca a tendência é também negativa, num dia em que os juros da dívida pública volta a agravar-se, com o risco das obrigações a 10 anos a atingir um recorde. O BES cede 0,3% para 2,692 euros e o BPI cai 0,98% para 1,11 euros.

A Galp Energia é o segundo título que mais pressiona o PSI-20. A petrolífera desvaloriza 0,27% para 14,58 euros, a acompanhar a tendência negativa do sector na Europa, num dia que queda do petróleo nos mercados.

Também em queda, a EDP cai 0,15% para 2,591 euros e a Sonae SGPS deprecia 0,51% para 0,776 euros.

Pela positiva destaca-se a Portugal Telecom, que valoriza 0,37% para 8,72 euros, enquanto as restantes cotadas do sector das telecomunicações negoceiam no vermelho. A Zon Multimédia perde 0,83% para 3,472 euros e a Sonaecom declina 0,69% para 1,573 euros.

Ver comentários
Outras Notícias