Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP e Galp pressionam bolsa na última sessão do ano

A bolsa nacional fechou a última sessão do ano em queda ligeira, com o Banco Comercial Português e a Galp Energia a conduzirem o PSI-20 a uma queda de 0,15%. No dia em que a PTM se destacou pela positiva com uma subida acima de 3%, as acções da Impresa e

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 31 de Dezembro de 2007 às 13:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional fechou a última sessão do ano em queda ligeira, com o Banco Comercial Português e a Galp Energia a conduzirem o PSI-20 a uma queda de 0,15%. No dia em que a PTM se destacou pela positiva com uma subida acima de 3%, as acções da Impresa e da Sonaecom desvalorizaram fortemente.

O PSI-20 [psi20] terminou a última sessão do ano – mais curta que o habitual, com apenas cinco horas de negociação – no 13.019,36 pontos, com quatro acções em alta, doze em queda e quatro inalteradas. Com os trabalhos a encerrarem às 13h00, a liquidez foi bastante mais reduzida, com apenas 141 milhões de euros negociados.

A Galp Energia [galp] foi a principal responsável pela queda do PSI-20, embora tenha fechado com uma desvalorização bem menos acentuada do que o registado a meio da sessão. Os títulos caíram 1,61% para 18,39 euros, aliviando de uma queda máxima de quase 4%. As acções estiveram a corrigir dos fortes ganhos das últimas semanas, que elevaram o ganho anual da empresa para 160%.

Também a pressionar a bolsa esteve o Banco Comercial Português [BCP]. Os títulos chegaram a subir mais de 1% na abertura da sessão mas fecharam o dia a cair 0,68% para 2,92 euros, com os investidores indiferentes ao surgimento de uma lista concorrente para a liderança do banco, que é encabeçada por Miguel Cadilhe.

O também peso-pesado Portugal Telecom [ptc] fechou em queda de 0,56% para 8,93 euros, enquanto a EDP [EDP] inverteu a tendência negativa que registou ao longo de grande parte do dia e apreciou 0,45% para 4,47 euros.

A Impresa [ipr] e a Sonaecom [snc] lideraram as perdas no PSI-20, agravando o estatuto de cotadas do índice com pior performance este ano. A empresa de "media" cedeu 3,74% para 2,06 euros no dia em que o "Diário de Notícias" noticiou que a SIC termina 2007 no terceiro lugar das audiências, atrás da RTP e bem distante da TVI da Media Capital.

A Sonaecom caiu 3,51% para 3,30 euros, elevando para 34,26% a perda acumulada no ano em que viu morrer a sua OPA à Portugal Telecom.

Já a sua casa mãe Sonae SGPS [son] somou 1,02% para 1,98 euros. De acordo com uma notícia da Lusa, a Sonae é, entre as "top picks" dos agentes de mercado para 2008, das que encontram maior consenso, num ano em que o principal índice da bolsa portuguesa deverá acumular uma valorização à volta dos 10%.

Em destaque pela positiva esteve também a PT Multimédia [ptm], que avançou 3,47% para 9,55 euros.

A Inapa fechou hoje a cair mais de 3%, elevando para 44,15% a desvalorização acumulada em 2007, o que representa a pior performance anual entre todas as cotadas portuguesas. As acções chegaram a cotar nos 0,86 euros, o valor mais baixo de sempre.

Ver comentários
Outras Notícias