Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP sobe 4% e acentua ganhos do PSI-20

O mercado português acentuou os ganhos do início da sessão devido à forte valorização do Banco Comercial Português. 17 das 18 cotadas do PSI-20 negoceiam em terreno positivo.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 15 de Outubro de 2015 às 10:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 27
  • ...

O principal índice do mercado nacional sobe 1,66% para 5.75,31 pontos, com 17 cotadas em alta e uma inalterada (Impresa).

O PSI-20 acompanha os ganhos que se registam nos restantes mercados europeus, numa altura em que os investidores consideram cada vez menos provável que a Reserva Federal dos Estados Unidos aumente a taxa de juro ainda este ano.

Os mais recentes dados da economia norte-americana, publicados ontem no Livro Beje da Reserva Federal, mostram que o "crescimento observado está longe de ser o desejado pelo organismo americano". "Estes dados foram um bálsamo para os mercados em queda nos últimos dias, devido aos maus dados da economia chinesa, já que adensam a convicção daqueles que acreditam no adiamento da subida da taxa de juro dos Estados Unidos para o ano de 2016", destaca Pedro Ricardo Santos, gestor da XTB Portugal.

Na bolsa nacional, a banca, a Galp Energia e a Pharol são as principais responsáveis pela subida do PSI-20. Os bancos portugueses negoceiam em terreno positivo, com o BCP a subir mais de 4%, depois de a agência Moody’s ter melhorado a perspectiva da banca para "estável".

A subida da perspectiva ("outlook") de "negativa" para "estável" é explicada pela melhoria das condições para o sector, que beneficia da recuperação da economia nacional. A agência de "rating" atribuía uma perspectiva negativa à banca portuguesa desde 2008, o que significava que a próxima actualização de "rating" podia implicar uma descida de notação financeira. Com o "outlook" estável a agência aponta para uma manutenção.

O BCP ganha 4,35% para 5,76 cêntimos, o BPI sobe 0,65% para 1,086 euros e o Banif valoriza 2,78% para 0,37 cêntimos.

Além do banco liderado por Nuno Amado, outras duas cotadas do PSI-20 ganham mais de 4%: a Portucel e a Pharol.

Esta quarta-feira, o CaixaBI subiu a avaliação das acções da Portucel de 4,60 para 4,80 euros e melhorou a recomendação de neutral para comprar. A empresa foi também escolhida pelo Haitong como uma das seis melhores apostas ibéricas até ao final do ano.

As acções da Pharol sobem 4,29% para 36,50 cêntimos.

No sector da energia, a Galp lidera os ganhos com uma valorização de 1,51% para 9,752 euros. A EDP sobe 0,84% para 3,348 euros e a EDP Renováveis avança 1,04% para 6,117 euros. 

Ver comentários
Saber mais bolsa de Lisboa PSI 20 mercados banca Galp Energia Pharol
Mais lidas
Outras Notícias