A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP suporta ganhos do PSI-20

A bolsa portuguesa acentuou a tendência da abertura da sessão e seguia a negociar em terreno positivo animada pela subida do Banco Comercial Português (BCP), num dia em que a Zon Multimédia e a Jerónimo Martins impediam maiores ganhos. O PSI-20 ganhava 0,

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2008 às 10:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa portuguesa acentuou a tendência da abertura da sessão e seguia a negociar em terreno positivo animada pela subida do Banco Comercial Português (BCP), num dia em que a Zon Multimédia e a Jerónimo Martins impediam maiores ganhos. O PSI-20 ganhava 0,47%.

O índice principal da bolsa portuguesa [PSI20] subia para os 11.129,52 pontos, com 11 títulos em alta, cinco em queda e quatro estáveis, enquanto os congéneres europeus valorizam cerca de 1% depois da confiança dos empresários alemães ter aumentado inesperadamente.

O BCP inverteu a tendência da abertura e somava 1,71% para os 1,78 euros, depois de ter perdido cerca de 9% na semana passada. Os restantes títulos da banca também acompanhavam esta tendência e enquanto o Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] subia 0,87% para os 12,125 euros, o BPI [BPIN] ganhava 0,16% para os 3,105 euros.

Também a Galp Energia [GALP PL] animava a negociação do PSI-20, no dia em que o Jornal de Negócios avança que a situação de monopólio da petrolífera foi quebrada, no final do ano passado, pela EDP e que pela primeira vez, desde o processo de transferência do Universo Galp Energia para a REN dos activos regulados de gás natural ("unbundling"), em Setembro de 2006, outro agente de mercado, além da incumbente, utilizou o gasoduto de Campo Maior. As acções da empresa liderada por Ferreira de Oliveira somavam 0,72% para os 16,90 euros.

A Energias de Portugal [EDP] subia 0,25% para os 4,08 euros, enquanto a REN [RENE] seguia estável nos 3,40 euros.

Depois de a edição de hoje do Jornal de Negócios avançar que o plano de recompra de acções, anunciado no âmbito do plano de defesa à OPA da Sonaecom, não vai estar concluído antes da assembleia geral (AG) anual da Portugal Telecom, marcada para o final de Março, podendo estender-se até Maio, as acções da operadora de telecomunicações [PTC] somava 0,48% para os 8,44 euros.

Do lado das perdas, a Zon Multimédia [ZON] caía 0,46% para os 8,68 euros, enquanto a Brisa [BRISA] descia 0,20% para os 10,09 euros e a Semapa [SEMA] perdia 0,59% para os 8,43 euros.

A concessionária de auto-estradas apresenta, esta tarde, os resultados referentes a 2007, com os analistas contactados pelo Jornal de Negócios a esperar uma subida de 60% nos lucros para 267,5 milhões de euros. A Semapa divulgou ontem as suas contas, anunciando um aumento de 33,4% no resultado líquido para 122 milhões de euros.

A Portucel [PTCL] recuava 0,47% para os 2,14 euros, com os analistas do BPI a considerar que o reforço da posição da Semapa para 75,4% aumenta o ângulo especulativo sobre a empresa de pasta e papel.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias