Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bernanke admite "falha enorme" na supervisão da AIG

O presidente da Reserva Federal (Fed) do EUA, Ben Bernanke, afirmou hoje que a AIG explorou uma "falha enorme na regulação", o que deu origem a muitos dos problemas da seguradora. O responsável vai mais longe, afirmando que se houve alguma intervenção que o deixou "chateado" foi a da AIG, que segundo o próprio estava a funcionar como um "hedge fund" acoplado a uma seguradora "grande e estável".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 16:31
O presidente da Reserva Federal (Fed) do EUA, Ben Bernanke, afirmou hoje que a AIG explorou uma “falha enorme na regulação”, o que deu origem a muitos dos problemas da seguradora. O responsável vai mais longe, afirmando que se houve alguma intervenção que o deixou “chateado” foi a da AIG, que segundo o próprio estava a funcionar como um “hedge fund” acoplado a uma seguradora “grande e estável”.

Bernanke, que se encontra no Comité do Orçamento, no Senado, afirmou esta tarde que “lamenta pelas falhas” na supervisão da AIG. O responsável esclareceu que a “AIG explorou uma falha enorme no sistema de regulamentação. Não havia supervisão da divisão de produtos financeiros [da AIG]” que funcionava “basicamente como um ‘hedge fund’ que estava associado a uma grande e estável empresa de seguros.”

O presidente da Fed adiantou que se tivesse de escolher um episódio que o tivesse deixado “chateado”, “não posso pensar noutro que não a AIG”.

Ainda assim, Bernanke justifica a intervenção pelo impacto que a falência da seguradora teria no restante mercado.

Ontem, foi anunciado que o Tesouro e a Fed vão injectar mais 30 mil milhões de dólares na AIG, depois de em Setembro a terem salvo da falência.

A “AIG fez um número muito grande de apostas irresponsáveis, registou perdas enormes” e “não havia supervisão regulamentar devido à falha no sistema”, acrescentou Bernanke, salientando que os responsáveis “não tiveram outra solução do que tentar estabilizar o sistema”, ajudando a AIG a superar a crise.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio