Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BES afunda mais de 6% e leva bolsa nacional a abrir em baixa

Resultados do primeiro trimestre estão a ser mal recebidos no mercado, já que o BES apresentou prejuízos inesperados. Acções do banco caem mais de 6%, conduzindo o PSI-20 a uma queda de quase 1% na abertura.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 08 de Maio de 2013 às 08:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

A bolsa nacional abriu em terreno negativo, pressionada sobretudo pelo Banco Espírito Santo, que na terça-feira apresentou resultados abaixo do esperado pelos analistas.

 

O PSI-20 cai 0,72% para 6.311,03 pontos, com nove cotadas em queda, sete em alta e as restantes quatro sem variação, depois de ontem ter fechado em máximos de Agosto de 2011.

Nas restantes praças europeias a tendência é de alta ligeira, com os investidores agradados com os dados económicos divulgados na China, que apontam para uma aceleração das exportações do país.

 

Em Lisboa é o BES que centra as tenções. O banco liderado por Ricardo Salgado desce 6,39% para 0,864 euros, depois de ter anunciado que fechou o primeiro trimestre com resultados que desiludiram o mercado.

 

O BES decretou um programa de austeridade interna, que passará pela redução de 200 postos de trabalho, fecho de quase 50 balcões e corte nos benefícios dos trabalhadores, com o objectivo de superar os prejuízos de 62 milhões de euros registados no primeiro trimestre. O Millennium IB antecipa que o BES tivesse um resultado líquido de 700 mil euros e o Caixa BI estimava lucros de 4,3 milhões de euros, no primeiro trimestre do ano.

 

Depois de na terça-feira o sector financeiro ter beneficiado com a emissão de dívida por parte de Portugal, que colocou 3 mil milhões de euros numa operação marcada por forte procura, hoje a tendência é de correcção. O Banco Comercial Português recua 1,82% para 0,108 euros e o Banco BPI desvaloriza 0,35% para1,135 euros.

 

Ainda a pressionar a praça portuguesa está a Jerónimo Martins, que recua 0,56% para 17,90 euros, bem como a EDP Renováveis que desvaloriza 0,25% para 4,00 euros. A empresa de energias verdes anunciou esta manhã que os lucros do primeiro trimestre subiram 45% para 90 milhões de euros.

 

Em sentido contrário e a evitar maiores quedas em Lisboa a EDP avança 0,42% para 2,611 euros.   

Ver comentários
Saber mais bolsa PSI-20 banca Euronext
Mais lidas
Outras Notícias