Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bitcoin sobe mais de 15% numa semana e supera barreira dos 13 mil dólares

O preço da bitcoin aprecia pela sexta sessão consecutiva, superando a barreira dos 13 mil dólares por unidade. Só esta semana, a moeda digital valorizou mais de 15%.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 22 de Outubro de 2020 às 18:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
No início desta semana, cada bitcoin valia pouco mais de 11.000 dólares por unidade. Agora, vale mais de 13.000 dólares. Uma subida de mais de 15% permitiu à criptomoeda mais famosa do mundo ultrapassar uma barreira que poderá indicar mais ganhos no futuro, apesar da volatilidade que lhe é inerente.

Desde os mínimos atingidos em março deste ano, naquele que foi o primeiro e maior impacto da atual pandemia nos mercados financeiros em todo o mundo, o preço da bitcoin valorizou mais de 230%, sendo que mantém esta tendência ascendente, de forma quase permanente, desde setembro.

A nova alta esta a ser impulsionada por uma notícia que dá conta que a aplicação de pagamentos Paypal disponibilizou a negociação de algumas criptomoedas, como a bitcoin.

Os analistas da XTB colocam a possibilidade de um novo "boom" das criptomoedas. Por e-mail, a corretora diz que "nos últimos dias, podemos observar aumentos claros no mercado dos criptoativos. A bitcoin está a ser negociada em torno do nível psicológico de 13.000 dólares, impulsionada pela notícia de que o PayPal permitirá que os utilizadores negociem moedas digitais".

Ontem, a moeda digital superou o patamar dos 12.000 dólares, um nível visto por muitos analistas como chave para antecipar uma continuação deste "rally". Contudo, o analista Simon Peters, da casa de investimento eToro, dizia ontem à Bloomberg que "antes dos investidores estarem a apostar na próxima 'bull run', precisamos de ver a bitcoin acima de 12.000 dólares por um longo período de tempo". "Depois de essa tendência se afirmar, podemos olhar para o nível dos 14.000 dólares como o próxima meta", acrescenta.

Os mais recentes ganhos foram proporcionados pela Reserva Federal dos Estados Unidos, Jerome Powell, que disse que estaria a avaliar os "custos e benefícios" de uma moeda digital a ser usada pelo banco central, num evento organizado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Isto depois de um relatório do FMI publicado no mesmo dia (19 de outubro) mostrar que as moedas digitais dos bancos centrais (CBDC, na sigla em inglês) poderiam ser benéficas, mas não corrigem alguns dos problemas atuais de algumas moedas, como a sua alta volatilidade. 
Ver comentários
Saber mais Bitcoin Paypal FMI economia negócios e finanças mercado e câmbios finanças (geral) economia (geral) mercado e câmbios
Outras Notícias