Bolsa BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT

BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT

A gestora de activos americana reforçou a posição no capital social dos correios nacionais, tendo passado a deter uma participação qualificada de 2,01% nos CTT.
BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT
Bloomberg
Negócios 08 de março de 2018 às 17:28

A BlackRock passou a deter uma participação qualificada no capital social dos CTT, segundo pode ler-se no comunicado enviado esta quinta-feira, 8 de Março, pelos correios nacionais à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na nota enviada ao regulador dos mercados, os CTT referem que o limiar dos 2% a partir do qual é alcançada uma participação qualificada foi superado no passado dia 2 de Março. Em resultado dessa operação bolsista, o fundo de investimentos norte-americano passou a deter uma posição de 2,01% nos CTT.

 

Além da BlackRock, os outros accionistas de referência dos CTT são a Gestmin (12,43%), a Global Portfolio Investments (5,66%), o Credit Suisse (3,31%), o Norges Bank (3,15%), o BNP Paribas (3,10%), o Goldman Sachs (2,46%), o Wellington Management (2,07%) e o Kairos Partners (2,05%).

Na edição de quarta-feira, o Negócios escreveu que a cotada liderada por Francisco Lacerda nunca foi tão generosa com os accionistas como no dividendo de 38 cêntimos a distribuir este ano (relativo ao exercício de 2017).

Na sessão bolsista desta quinta-feira, os CTT recuaram 0,19% para 3,148 euros por acção. 




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 12.03.2018

A blackrock já teve uma posição qualificativa, de cerca de 2.2%, no último ano quando saíram os resultados eles venderam uma grande parte e pelos vistos agora voltaram a comprar (reforçar) para níveis anteriores. Atenção não é por pensarem que os CTT estão bem que eles reforçaram mas sim porque vem aí maré de dividendos. E como as acções estão baixas vale a pena o risco. E logo a seguir no Verão a blackrock de certeza que volta a vender

Te: Anónimo 09.03.2018

Quer dizer, a BlackRock reforça e passa a deter participação qualificada nos CTT e os mesmos vão apostar numa posição curta??? Qual a lógica? Se reforça é porque acredita no potencial dos CTT! Há gente por aqui que não sabe mesmo o que diz... absurdo completo.

Anónimo 08.03.2018

é para levar a zero...posição curta diga-se.

Saber mais e Alertas
pub