Bolsa BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT

BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT

A gestora de activos americana reforçou a posição no capital social dos correios nacionais, tendo passado a deter uma participação qualificada de 2,01% nos CTT.
BlackRock passa a deter participação qualificada nos CTT
Bloomberg
Negócios 08 de março de 2018 às 17:28

A BlackRock passou a deter uma participação qualificada no capital social dos CTT, segundo pode ler-se no comunicado enviado esta quinta-feira, 8 de Março, pelos correios nacionais à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na nota enviada ao regulador dos mercados, os CTT referem que o limiar dos 2% a partir do qual é alcançada uma participação qualificada foi superado no passado dia 2 de Março. Em resultado dessa operação bolsista, o fundo de investimentos norte-americano passou a deter uma posição de 2,01% nos CTT.

 

Além da BlackRock, os outros accionistas de referência dos CTT são a Gestmin (12,43%), a Global Portfolio Investments (5,66%), o Credit Suisse (3,31%), o Norges Bank (3,15%), o BNP Paribas (3,10%), o Goldman Sachs (2,46%), o Wellington Management (2,07%) e o Kairos Partners (2,05%).

Na edição de quarta-feira, o Negócios escreveu que a cotada liderada por Francisco Lacerda nunca foi tão generosa com os accionistas como no dividendo de 38 cêntimos a distribuir este ano (relativo ao exercício de 2017).

Na sessão bolsista desta quinta-feira, os CTT recuaram 0,19% para 3,148 euros por acção. 




Saber mais e Alertas
pub