Bolsa Bolsa de Lisboa em alta com Semapa a subir mais de 2%

Bolsa de Lisboa em alta com Semapa a subir mais de 2%

A bolsa de Lisboa arrancou a sessão desta segunda-feira em alta, em linha com as restantes praças europeias. Este comportamento tem lugar num dia em que as principais praças norte-americanas estão encerradas.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 19 de fevereiro de 2018 às 08:20

A bolsa de Lisboa iniciou a semana em alta. O PSI-20 sobe 0,15%, nesta que é a quarta sessão de ganhos. Destaque em Lisboa para a Semapa que avança 2,11% para 18,38 euros, depois de na sexta-feira ter comunicado ao mercado que terminou o ano passado com um resultado líquido atribuível aos accionistas de 124,1 milhões de euros, o que representa um crescimento de 8% face a 2016.

As receitas da holding que controla a Navigator aumentaram 4,3% para 2.164,7 milhões de euros. O banco de investimento Axia estimava que a empresa tivesse fechado o ano com receitas de 2,17 mil milhões de euros e um resultado líquido de 101 milhões de euros.

A Altri sobe 1% para 4,54 euros.

O BCP segue inalterado nos 30,54 cêntimos.

Na energia, a Galp sobe 0,30% para 14,825 euros. Já a EDP cede 2,803 euros e a EDP Renováveis segue inalterada nos 7,185 euros.

A retalhista Jerónimo Martins cai 0,26% para 17,54 euros e a Sonae ganha 0,32% para 1,238 euros.

Entre as restantes praças europeias, o sentimento é de ganhos num dia marcado nomeadamente pelo encontro do Eurogrupo. Os ministro das Finanças da Zona Euro vão votar o nome para a vice-presidência do BCE, o substituto de Vítor Constâncio. O espanhol Luís de Guindos disputa o lugar com o irlandês Philip Lane.

O Parlamento Europeu considerou o governador do banco central da Irlanda como o candidato "mais convincente". Na reunião do Eurogrupo também estará em cima da mesa o ponto de situação da Grécia e o aprofundamento da União Monetária.

Esta segunda-feira, os principais índices bolsistas norte-americanos vão estar encerrados. Comemora-se o aniversário do primeiro presidente do país, George Washington. Nasceu a 22 de Fevereiro, mas as bolsas assinalam a efeméride na segunda. A pausa em Wall Street surge depois de na semana passada os índices das bolsas norte-americanas terem registado uma forte recuperação, com o S&P500 a conseguir a maior subida em cinco anos.