Bolsa Bolsa de São Paulo interrompe operações após afundar mais de 10%

Bolsa de São Paulo interrompe operações após afundar mais de 10%

O recuo superior a 10% aconteceu a cerca de duas horas antes do encerramento do mercado, num novo dia de turbulência internacional.
Bolsa de São Paulo interrompe operações após afundar mais de 10%
Rafael Matsunaga
Lusa 11 de março de 2020 às 19:36
A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em que são negociados ativos das maiores empresas do Brasil, interrompeu hoje as suas operações por um período de meia hora, após uma queda de mais de 10%.

O recuo superior a 10% aconteceu a cerca de duas horas antes do encerramento do mercado, num novo dia de turbulência internacional.

Esta é a segunda vez em três dias que a Bolsa de Valores de São Paulo suspende as suas operações devido à queda acentuada do Índice Bovespa e causada pelo medo de uma recessão global devido ao avanço do novo coronavírus e à guerra de preços do petróleo entre a Arábia Saudita e a Rússia.

O surto de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.300 mortos em 28 países e territórios.

O número de infetados ultrapassou as 120 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados.

Na terça-feira, o Brasil informou ter 34 casos confirmados do novo coronavírus.

Face ao avanço da epidemia, vários países têm adotado medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena inicialmente decretado pela China na zona do surto.

A Itália é o caso mais grave depois da China, com mais de 10.000 infetados e pelo menos 631 mortos, o que levou o Governo a decretar a quarentena em todo o país.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI