Bolsa Bolsa nacional em alta ligeira contraria perdas europeias

Bolsa nacional em alta ligeira contraria perdas europeias

O principal índice da bolsa de Lisboa arrancou a semana em alta, contrariando o sentimento que se vive no resto da Europa. Os investidores estão atentos à situação nos Estados Unidos e na Alemanha.
A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro 22 de janeiro de 2018 às 08:18

A bolsa de Lisboa arrancou a sessão em terreno positivo, numa altura em que a maioria das principais praças europeias está em queda. O PSI-20 sobe 0,07% para 5.692,80 pontos, com nove cotadas em alta, cinco em queda e quatro inalteradas.

A marcar o dia nos mercados está a paralisação dos serviços nos Estados Unidos e a situação política na Alemanha.

Em relação ao "shutdown" nos Estados Unidos, as últimas notícias indicam que o Senado norte-americano vai prosseguir as negociações sobre um orçamento provisório, prevendo-se para hoje a votação de um eventual acordo que permita reabrir a administração federal, encerrada parcialmente durante o fim-de-semana após o chumbo de um orçamento.

No passado sábado, o Governo dos Estados Unidos da América determinou o encerramento parcial dos seus serviços devido à falta de fundos para os financiar, após ter falhado a tentativa de compromisso para o Orçamento. A proposta de Orçamento apresentada pelos republicanos obteve mais votos a favor que contra, mas foram insuficientes para aprovar as verbas que exigiam o apoio de 60 senadores. Foram os democratas que forçaram esta paralisação devido à oposição que apresentaram à proposta de Orçamento. Estes tinham condicionado o seu voto a que os republicanos concordassem em regularizar os cerca de 800 mil jovens indocumentados que são conhecidos como "dreamers" ("sonhadores").

Na Alemanha, ontem o SPD, que esteve reunido num congresso extraordinário, deu luz verde ao acordo que abrirá a porta ao processo de negociações formais com vista à formação de um governo de coligação com o bloco conservador liderado por Angela Merkel.

Na bolsa de Lisboa, destaque para as acções do BCP, que sobem 0,53% para 30,61 cêntimos.

A EDP ganha 0,03% para 2,885 euros enquanto a EDP Renováveis desce 0,42% para 7,03 euros. A Galp Energia abriu inalterada nos 16,16 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão a subir nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, referência para Portugal, sobe 0,35% para 68,85 dólares por barril.

No sector da pasta e do papel o sentimento é também de ganhos, apesar da subida do euro face ao dólar. A Altri sobe 0,39% para 5,18 euros, a Semapa cresce 0,11% para 18,58 euros e a Navigator avança 0,04% para 4,654 euros.

A Jerónimo Martins cede 0,06% para 17,55 euros. E a Sonae desce 0,33% para 1,225 euros.

A Nos sobe 0,18% para 5,545 euros.


(Notícia actualizada às 08:28)




Saber mais e Alertas
pub