Bolsa Bolsa nacional sobe pelo segundo dia a acompanhar Europa

Bolsa nacional sobe pelo segundo dia a acompanhar Europa

A queda do dólar e dos juros das obrigações norte-americanas está a suportar os ganhos dos mercados accionistas.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 26 de fevereiro de 2018 às 08:13

A bolsa nacional abriu em alta, em linha com o comportamento das principais praças europeias, na segunda sessão em terreno positivo para as acções nacionais.

 

O PSI-20 valoriza 0,28% para 5.485,36 pontos, com 12 cotadas em alta, três em queda e outras tantas sem variação. No acumulado do ano o índice português avança já perto de 2%.    

 

As bolsas asiáticas também arrancaram a semana a fechar em alta, copiando os ganhos fortes registados pelas bolsas norte-americanas no encerramento da sessão de sexta-feira. A animar as acções está o recuo do dólar face às principais divisas mundiais e a descida da "yield" das obrigações norte-americanas, que se situa abaixo dos 2,9% no prazo a 10 anos.

 

Os investidores vão esta semana estar atentos aos discursos dos presidentes do BCE (hoje no Parlamento Europeu) e do novo líder da Fed (amanhã no Senado), para avaliarem mais sinais sobre a evolução da política monetária nos dois lados do Atlântico.  

 

Na praça portuguesa o foco está nos resultados das empresas.  A EDP Renováveis e a Corticeira Amorim apresentam resultados na terça-feira, enquanto a Jerónimo Martins reporta os números relativos ao exercício de 2017 no dia 28. Um dia depois será a vez da EDP.

 

A impulsionar o PSI-20 estão as acções do Banco Comercial Português (+0,63% para 0,2879 euros) e da Galp Energia (+0,51% para 14,925 euros). Em sentido inverso, a Jerónimo Martins recua 0,11% para 17,575 euros e a EDP cede 0,68% para 2,781 euros.

 

Semapa, Novabase e Pharol são as cotadas do PSI-20 que marcam ganhos acima de 1%.