Bolsa Bolsa segue correcção das praças europeias e asiáticas

Bolsa segue correcção das praças europeias e asiáticas

O MSCI Asia Pacific está a desvalorizar pela oitava sessão, o que corresponde ao ciclo de quedas mais prolongado desde 2015. A tendência está a penalizar as praças europeias.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 06 de dezembro de 2017 às 08:19

A bolsa nacional abriu em queda, estando a acompanhar o sentimento negativo das bolsas europeias, depois dos índices de acções terem fechado em forte queda na Ásia.

 

O PSI-20 cai 0,51% para 5.367,68 pontos, com 11 cotadas no vermelho, cinco em alta e duas sem variação. Nas praças europeias os índices marcam já quedas em redor de 1%

 

Na sessão asiática o dia foi de quedas acentuadas, com os investidores a aproveitarem este final de ano para realizarem mais-valias depois dos índices terem tocado em recordes no mês passado. O MSCI Asia Pacific está a desvalorizar pela oitava sessão, o que corresponde ao ciclo de quedas mais prolongado desde 2015.

 

Os investidores estão a "concretizar lucros mais cedo do que é habitual no final do ano e não estão a abrir novas posições", afirmou à Bloomberg Andrew Clarke, director de trading da Mirabaud Asia.


Na bolsa de Lisboa as quedas estão a ser quase generalizadas, com os pesos-pesados a liderarem. O Banco Comercial Português desce 1,28% para 0,2629 euros, depois de ontem ter tocado em máximos de Agosto de 2016, beneficiando com a decisão da S&P que elevou a perspectiva ("outlook") do rating do banco de estável para positiva.

 

A EDP desce 0,17% para 2,90 euros, a Galp Energia cai 0,53% para 15,875 euros e a Sonae SGPS cai 0,74% para 1,076 euros, depois de ontem ter renovado máximos de Março de 2016.

 

A REN cai 0,2% para 2,523 euros neste que é o último dia em que os detentores de direitos de subscrição do aumento de capital poder dar ordem para comprar as novas acções.