Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa acompanha Europa e dispara mais de 2,5%

O PSI-20 valorizou 2,69%, na sessão de hoje, com todas as empresas que o compõem, à excepção da Portugal Telecom, a valorizarem. O BCP e a EDP foram os títulos que mais impulsionaram.

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 19 de Setembro de 2007 às 16:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O PSI-20 valorizou 2,69%, na sessão de hoje, com todas as empresas que o compõem, à excepção da Portugal Telecom, a valorizarem. O BCP e a EDP foram os títulos que mais impulsionaram.

A bolsa portuguesa acompanhou a tendência das congéneres europeias, que também registaram valorizações superiores a 2%.

O PSI-20 [psi20] encerrou a cotar nos 12.228,20 pontos, com 18 títulos a subir, 1 a descer e 1 inalterado.

Depois da crise financeira ter provocado uma erosão nos ganhos das principais praças mundiais, a decisão de ontem da Reserva Federal (Fed) de baixar os juros deu um novo alento às cotadas.

A Reserva Federal dos EUA optou por reduzir a sua taxa de juro de referência em 50 pontos base quando a maioria dos economistas e investidores esperava um corte de apenas 25 pb.

Com este movimento, a autoridade monetária quer afastar a possibilidade da crise do "subprime" conduzir a uma recessão económica.

O sector financeiro tem sido o mais penalizado pela crise financeira, mas hoje está a encabeçar os ganhos na Europa.

Em Lisboa, o BCP [bcp] foi o título que mais impulsionou, com um ganho de 3,62% para 3,15 euros. O BES [besnn] subiu 3,36% para 15,70 euros e o Banco BPI [bpin], que chegou a valorizar mais de 9% durante a sessão, terminou com um ganho mais contido de 4,64% para 6,31 euros.

Entre as "large caps" da bolsa, destaque para a Energias de Portugal que avançou 2,57% para os 3,99 euros. A Portugal Telecom [ptc] foi a única empresa do PSI-20 a encerrar em terreno negativo, a perder 0,20% para 9,87 euros.

O grupo Sonae destacou-se pela dimensão dos ganhos. A Sonae SGPS [son] avançou 7,69% para 1,82 euros, a Sonaecom subiu 6,95% para 3,54 euros e a Sonae Indútria ganhou 2,53% para 8,51 euros.

A Altri [altr] avançou 5,98% para 5,67 euros.

No sector da construção, a Mota-Engil [egl] subiu 5,30% para 5,56 euros, depois de ter anunciado, ainda antes da abertura das bolsas, que terminou o primeiro semestre deste ano com lucros de 80,6 milhões de euros, um valor que se deve à mais-valia de 67 milhões gerada com a oferta pública de subscrição (OPS) da Martifer. Excluindo este ganho não recorrente, a construtora registou um aumento de 13,8% nos lucros semestrais.

A Teixeira Duarte [txde] avançou 3,85% para 2,16 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias