A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa de Nova Iorque abre apesar do maior apagão eléctrico da sua história

A Bolsa de Nova Iorque vai abrir hoje à negociação, depois de ontem algumas cidades da costa Leste dos Estados Unidos e do Canadá, como Nova Iorque, Detroit, Toronto e Ottawa, terem sido vítimas do maior apagão eléctrico de sempre.

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 15 de Agosto de 2003 às 09:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa de Nova Iorque vai abrir hoje à negociação, depois de ontem algumas cidades da costa Leste dos Estados Unidos e do Canadá, como Nova Iorque, Detroit, Toronto e Ottawa, terem sido vítimas do maior apagão eléctrico de sempre.

A falha no sistema eléctrico terá ocorrido numa central situada perto das cataratas do Niagara, na fronteira com o Canadá, afectando cerca de 49 milhões de pessoas que se viram desprovidas de energia eléctrica, gerando o caos em algumas das principais cidades americanas no início da hora de ponta.

Nas primeiras declarações televisivas após a falha, que iniciou ontem pouco depois das 21h de Lisboa, o «mayor» Michael Bloomberg afastou a possibilidade do apagão estar relacionado com qualquer tipo de ataque terrorista. Mais tarde, o presidente George Bush corroborava a teoria.

«A New York Stock Exchange (Bolsa de Nova Iorque) vai estar aberta sexta-feira 15 de Agosto de 2003», refere a NYSE no seu «site» na Internet. Ontem à noite, em declarações à cadeia televisiva CNBC, um porta-voz da bolsa explicava que, mesmo que os problemas eléctricos não tivessem sido resolvidos, a sessão de hoje decorreria «normalmente, uma vez que a NYSE tem geradores eléctricos o que garantem o seu funcionamento, mesmo que não haja electricidade no resto de Nova Iorque».

A falha eléctrica, que causou a perda de 61.000 mil megawatts, foi a maior da história dos EUA superando, em mais do dobro, o apagão de 1965 que afectou na altura cerca de 39 milhões de consumidores na costa Leste.

Ver comentários
Outras Notícias