Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa em alta pelo segundo dia apoiada pelo grupo EDP e Nos

A bolsa lisboeta negociou em terreno positivo pela segunda sessão seguida num dia em que os ganhos registados pelo grupo EDP, pela Nos e pela Galp impulsionaram.

A carregar o vídeo ...
David Santiago dsantiago@negocios.pt 05 de Maio de 2016 às 16:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 14
  • ...

O PSI-20 encerrou a sessão desta quinta-feira, 5 de Maio, a ganhar 0,50% para 5.037,03 pontos, com 13 cotadas a negociar em alta, quatro em queda e uma inalterada, seguindo assim a tendência registada pela generalidade das principais praças europeias. Após quadro dias em queda, o índice de referência europeu, Stoxx 600, voltou esta quinta-feira aos ganhos graças à valorização registada pelo sector petrolífero.

 

No plano nacional foi o sector energético que mais impulsionou, em especial o Grupo EDP. A EDP acabou o dia a apreciar 1,64% para 3,222 euros, numa sessão em que esteve em máximos de 9 de Novembro de 2015 ao tocar nos 3,35 euros. Na quarta-feira a empresa liderada por António Mexia anunciou ter registado lucros de 263 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, o que representa um aumento de 11% face ao período homólogo.

 

No entender dos analistas este foi um "bom conjunto de resultados" para a empresa que numa apresentação aos investidores feita esta quinta-feira, em Londres, revelou a intenção de investir 1,4 mil milhões de euros por ano entre 2016 e 2020 e de aumentar o dividendo aos accionistas em 3%.

 

O dia também foi positivo para a EDP Renováveis que avançou 1,75% para 6,911 euros, numa sessão em que transaccionou nos 6,974 euros, o valor mais elevado desde 4 de Fevereiro último.

 

Já a Galp Energia somou 1,23% para 11,965 euros, acompanhando a tendência de subida do preço do petróleo nos mercados internacionais, com a matéria-prima a beneficiar da quebra de produção petrolífera nos Estados Unidos. Nesta altura em Londres, o Brent do Mar do Norte, utilizado como valor de referência para as importações nacionais, está a subir 2,29% para 45,64 dólares por barril.

 

Ainda a impulsionar o principal índice nacional esteve a Nos que valorizou 1,08% para 6,471 euros, numa sessão em que a operadora de telecomunicações transaccionou em máximos de 1 de Março ao tocar nos 6,527 euros. Esta quinta-feira um relatório da Anacom mostrou que a empresa liderada por Miguel Almeida foi a operadora portuguesa com mais reclamações junto do regulador do sector.

 

Pelo seu lado, a banca nacional negociou em queda e travou uma valorização mais acentuada da bolsa nacional, tendo assim seguido o sentimento verificado pelo sector financeiro europeu. O BCP desvalorizou 4,32% para 0,0354 euros, na terceira sessão seguida no vermelho, enquanto o BPI cedeu 0,72% para 1,11 euros, já depois de ter sido noticiado que o CaixaBank passou a deter 44,54% do capital social da instituição liderada por Fernando Ulrich. 

(Notícia actualizada às 16:44)

Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 Grupo EDP EDP António Mexia EDP Renováveis Galp Energia BCP BPI Petróleo Brent Nos
Outras Notícias