Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional cai mais de 1% com petróleo em máximos

A bolsa nacional perdia mais de 1%, numa altura em que nenhum título valorizava no principal índice nacional. O PSI-20 descia 1,02%, acompanhando a tendência das congéneres europeias. O BES e a Pararede atingiam mínimos de 2003, enquanto a Mota-Engil reno

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 07 de Julho de 2005 às 10:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional perdia mais de 1%, numa altura em que nenhum título valorizava no principal índice nacional. O PSI-20 descia 1,02%, acompanhando a tendência das congéneres europeias. O BES e a Pararede atingiam mínimos de 2003, enquanto a Mota-Engil renovou o máximo histórico no início da sessão.

O PSI-20 [psi20] escorregava 1,02% para os 7.454,07 pontos, numa altura em que 17 acções desvalorizavam e três seguiam inalteradas.

A Portugal Telecom (PT) [ptc] deslizava 1,50% para os 7,88 euros, depois de ontem ter tocado novamente nos 8 euros, sem os conseguir superar.

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] depreciava 0,96% para os 2,07 euros, e o Banco Espírito Santo (BES) [besnn] descia 0,55% para os 12,72 euros, negociando no valor mais baixo desde Dezembro de 2003. O Banco BPI [bpin] seguia inalterado nos 3,18 euros.

A Energias de Portugal (EDP) [edp] também recuava 0,96% para os 2,06 euros e a Brisa [brisa] caía 1,37% para os 6,46 euros.

A Pararede [para] escorregava 7,41% para os 0,25 euros, depois de ter caído mais de 11% para os 0,24 renovando o mínimo de Novembro de 2003, numa altura em que já negociou 10 milhões de acções, o que compara com uma média diária de 2,66 mil títulos nos últimos seis meses. A Pararede adquiriu a WhatEverNet e entregou em troca aos accionistas acções do seu capital, mas o BPI, a Cofina e a WhatEver SGPS têm vindo a reduzir a posição no capital da empresa liderada por Paulo Ramos, que hoje atingiu um mínimo desde Fevereiro de 2004.

O sector de «media» também pressionava o índice, com a Confina [cofi] a cair 1,04% para os 2,85 euros e a Impresa [ipr] recuava 0,83% para os 4,79 euros. A Media Capital [mcp] cotava nos 6,92 euros, sem registar alteração.

As acções da Inapa [ina] subiam 1,56% para os 2,6 euros. A empresa anunciou a aquisição da distribuidora de papel belga Olympia, numa operação que lhe permite duplicar a sua presença neste mercado e passar para uma quota de mercado de 10%.

Os finlandeses da M-Real, donos da quarta maior distribuidora de papel da Europa – a Map Merchant Group –, estiveram e mantêm perspectivas de prosseguir as negociações com os principais accionistas da Inapa tendo em vista um movimento de consolidação entre as duas empresas.

Ver comentários
Outras Notícias