Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional cai para nível abaixo dos 7.900 pontos

A bolsa nacional desvalorizava, numa altura em que apenas três títulos contrariavam a tendência de descida. O PSI-20 cedia 0,3% para um nível abaixo dos 7.900 pontos, acompanhando a tendência das congéneres europeias.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 21 de Outubro de 2005 às 11:03

A bolsa nacional desvalorizava, numa altura em que apenas três títulos contrariavam a tendência de descida. O PSI-20 cedia 0,3% para um nível abaixo dos 7.900 pontos, acompanhando a tendência das congéneres europeias.

O principal índice nacional [psi20] recuava para os 7.883,94 pontos, numa altura em que nove acções caíam, oito seguiam inalteradas e três subiam.

As congéneres europeias voltavam a ser pressionadas pelo sector energético, depois do petróleo descer mais de 2% na sessão de ontem e estar a negociar abaixo do 61 dólares em Nova Iorque e dos 59 dólares em Londres.

O Banco Comercial Português (BCP) [bcp] depreciava 0,45% para os 2,22 euros, enquanto o Banco BPI [bpin] valorizava 0,83% para os 3,65 euros, depois de ontem o banco liderado por Fernando Ulrich ter apresentado uma subida dos lucros dos  primeiros nove meses do ano de 15,2% para os 158 milhões de euros. A actividade do banco em Angola foi determinante para a subida dos lucros.

O Banco Espírito Santo (BES) [besnn] seguia inalterado nos 13,14 euros.

A Energias de Portugal (EDP) [edp] cedia 0,43% para os 2,3 euros e a Brisa [brisa] depreciava 0,15% para os 6,62 euros, depois de ontem ter recuperado das perdas registadas nos cinco dias anteriores.

A Altri [altr] também evitava maiores perdas ao valorizar 4,37% para os 2,39 euros, no dia em que voltou a renovar o máximo ao tocar nos 2,48 euros ao subir 8,3%. 

O Millennium bcp aumentou o preço-alvo para as acções da Altri de 2,10 euros para este ano para 3,20 euros em 2006, incluindo o valor da recentemente adquirida Portucel Tejo, e reflectindo revisões em alta de previsão de resultados quer para a Celulose do caima, quer para a F Ramada. A recomendação é de «buy» (risco médio).

A Cofina [cofi] valorizava 0,63% para os 3,17 euros, não se registando mais títulos do PSI-20 a subir. O restante sector de «media» seguia com a Impresa [ipr] inalterada nos 4,85 euros, enquanto a Media Capital [mcp] ainda não tinha registado qualquer movimento.

A partir de hoje, Miguel Pais do Amaral já pode vender 33% da Media Capital ao grupo espanhol Prisa. Completam-se os três meses acordados entre a Vertix, liderada por Pais do Amaral, e a Prisa, para o exercício do direito de preferência sobre a venda de 100% da empresa de Pais do Amaral, que controla praticamente 33% da Media Capital.

Com o exercício da opção de venda, a Prisa pagará a quantia de 189 milhões de euros, valor sujeito a ajustamento caso se verifiquem desvios nos montantes da dívida líquida da Vertix.

A Portugal Telecom (PT) [ptc] cotava nos 7,55 euros, sem verificar variação, enquanto a PT Multimédia [ptm] caía 1,14% para os 8,70 euros.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio