Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional contraria Europa penalizada pela Brisa e BPI

A bolsa nacional negoceia em contra-ciclo com as principais praças europeias penalizada pelos títulos da Brisa e do Banco BPI. O PSI-20 recua 0,41%, num dia em que a Jerónimo Martins e a Galp Energia travam maiores quedas.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 23 de Abril de 2008 às 10:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional negoceia em contra-ciclo com as principais praças europeias penalizada pelos títulos da Brisa e do Banco BPI. O PSI-20 recua 0,41%, num dia em que a Jerónimo Martins e a Galp Energia travam maiores quedas.

O principal índice da bolsa nacional [psi20] recua para os 11.083,34 pontos, com oito títulos a subir, nove a descer e três inalterados.

As acções do Banco BPI [bpin] aliviaram da forte queda inicial mas, ainda assim, continuam a perder 1,26% para os 3,54 euros. O banco liderado por Fernando Ulroch apresentou, ontem, após o fecho do mercado, os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2008.

Os lucros do banco caíram 22% para os 75,3 milhões de euros, resultado considerado "fraco" pelos analistas. A casa de investimento UBS já reviu em baixa a recomendação para o BPI, de "comprar" para "neutral" e o preço-alvo, de 5,5 para 3,90 euros.

Ainda no sector da banca, o Banco Espírito Santo [besnn] recua 0,54% para os 12,04 euros e o Banco Comercial Português [bcp] segue inalterado nos 1,87 euros.

O UBS reviu em baixa o "target" do BES em 9,5% para os 14,30 euros. No caso do BCP, a casa de investimento manteve o preço-alvo de 1,80 euros e a recomendação de "vender".

A pressionar a bolsa nacional estão ainda a Brisa [brisa] e a Mota-Engil [egl], que hoje negoceiam sem direito ao dividendo de 2007. As acções da Brisa perdem 4,35% para os 9,23 euros e os títulos da Mota-Engil recuam 2,45% para os 5,57 euros.

A Portugal Telecom [ptc] perde 0,26% para os 7,61 euros, depois do HSBC ter revisto em baixa a avaliação dos títulos da operadora para 7,40 euros, "target" que confere à empresa um potencial de queda de 3%. O banco manteve a recomendação de "underweight".

A impedir maiores ganhos estão as acções da Jerónimo Martins [jmar] e da Galp Energia [galp pl]. A retalhista avança 1,52% para os 5,025 euros, enquanto a petrolífera ganha 0,24% para os 16,69 euros.

Ainda no sector da energia, a Energias de Portugal [edp] sobe 0,12% para os 47,13 euros.

Outras Notícias