Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional mantém tendência positiva impulsionada pela EDP

A bolsa nacional mantém a tendência de subida, impulsionada pelos ganhos de mais de 2% da Energias de Portugal. O PSI-20 seguia a ganhar 0,12%, em contraciclo com os congéneres europeus.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Junho de 2009 às 11:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A bolsa nacional mantém a tendência de subida, impulsionada pelos ganhos de mais de 2% da Energias de Portugal. O PSI-20 seguia a ganhar 0,12%, em contraciclo com os congéneres europeus.

O índice português marca agora 6.918,48 pontos, com seis acções em alta e 14 em baixa. O PSI-20 negoceia hoje em terreno positivo, pela primeira vez em cinco sessões.

A EDP é o título que mais contribui para a subida do índice principal, com uma valorização de 2,23% para 2,699 euros. A eléctrica fixou hoje o preço de uma emissão obrigacionista de mil milhões de euros, que terá um "spread" de 135 pontos base, cerca de metade do verificado na emissão realizada em Fevereiro.

A EDP Renováveis subia 0,49% para 7,04 euros.

A Portugal Telecom é o segundo título que mais contribui para os ganhos da bolsa, com uma subida de 1,20% para 6,244 euros. Já a Sonaecom e a *Zon Multimédia* seguem em queda de 2,20% para 1,692 euros e 0,27% para 3,716 euros, respectivamente.

A Galp Energia é o título que mais pressiona o índice, a perder 1% para 9,799 euros. Também no sector da energia, a REN caia 0,80% para 2,976 euros.

No sector da banca, o BCP subia 0,13% para 0,759 euros, o BES descia 0,52% para 3,815 euros e o BPI destacava-se com uma queda de 1,88% para 1,878 euros.

A Mota-Engil subia 2,25% para 3,13 euros e a Teixeira Duarte avançava 1,06% para 0,951 euros.

O concurso para o novo aeroporto de Alcochete já muito dificilmente será lançado no primeiro semestre deste ano, como tinha previsto o ministro Mário Lino, noticia hoje o Negócios. Tendo em conta que o estudo de impacto ambiental ainda está muito no início, só em 2010 é que estará tudo pronto para avançar com o processo.

A Impresa mantém a tendência de ganhos das últimas sessões e segue a subir 2,06% para 0,99 euros.


Ver comentários
Outras Notícias