Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa sobe pela primeira vez em quatro sessões

A bolsa nacional subiu hoje pela primeira vez em quatro sessões, impulsionada sobretudo pelo BES, que disparou 3%. O PSI-20 apreciou 0,78%, acompanhando a tendência dos congéneres europeus que foram animados pelo facto do primeiro-ministro ter afastado uma situação de falência da Grécia.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 10 de Dezembro de 2009 às 16:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa nacional subiu hoje pela primeira vez em quatro sessões, impulsionada sobretudo pelo BES, que disparou 3%. O PSI-20 apreciou 0,78%, acompanhando a tendência dos congéneres europeus que foram animados pelo facto do primeiro-ministro do Luxemburgo ter afastado uma situação de falência da Grécia.

O principal índice da bolsa nacional (PSI-20) fechou nos 8.122,68 pontos com 16 acções em alta e quatro a perder valor.

Os índices europeus invertem, assim, a tendência de queda das últimas três sessões depois do primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, ter afastado hoje uma situação de falência do Estado grego, adiantando que o país não irá necessitar de apoio externo para fazer face às suas dívidas. O facto da Inditex ter divulgado resultados acima das estimativas também animou os mercados.

Por cá, o BES subiu 3,06% para os 4,483 euros depois de ter anunciado que vendeu 24% do capital do BES Angola à angolana Portmill, Investimentos e Telecomunicações por 375 milhões de dólares, ou seja, cerca de 250 milhões de euros.

Na restante banca, o BPI acompanhou a tendência com uma valorização de 1,91% para os 2,13 euros enquanto o BCP fechou a cair 0,49% para os 0,808 euros.

A impulsionar esteve também a Portugal Telecom, que apreciou 1,79% para os 8,297 euros. O Caixa BI iniciou a cobertura das acções da operadora e atribui-lhe um preço-alvo de 9,60 euros, com recomendação de “acumular”. A Zon Multimédia ficou estável nos 4,167 euros, enquanto a Sonaecom desceu 0,17% para 1,79 euros.

A Brisa também ajudou o PSI-20 a subir com um ganho de 1,86% para os 6,75 euros, bem como a EDP, que avançou 0,36% para os 3,09 euros.

No restante sector energético, a Galp Energia e a EDP Renováveis deslizaram 0,17% para os 11,60 euros e 1,35% para os 6,22 euros, respectivamente.

Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As
maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal






Ver comentários
Outras Notícias