Mercados Bolsas dos EUA em leve alta após Fed cortar taxas de juro

Bolsas dos EUA em leve alta após Fed cortar taxas de juro

Depois de ontem a Fed ter cortado as taxas de juro de referência em 25 pontos base, os mercados reagem hoje com uma valorização ligeira, que não foi maior porque as esperanças de mais cortes no futuro diminuíram.
Bolsas dos EUA em leve alta após Fed cortar taxas de juro
Reuters
Gonçalo Almeida 19 de setembro de 2019 às 14:39

Wall Street abriu a sessão desta quinta-feira, dia 19 de setembro, em leve alta, na ressaca da decisão de Jerome Powell. O presidente da Fed anunciou um corte de 25 pontos base na taxa de juro diretora para um intervalo entre os 1,75% e os 2%. No entanto, os mercados esperavam mais.

A divisão entre os membros da Fed acabou por ditar algum desconforto entre os investidores, que receiam que a autoridade monetária dos EUA assuma uma postura cautelosa em relação a novas medidas.

As novas projeções mostraram que os decisores do banco central esperam que as taxas de juro se mantenham agora inalteradas em 2020, desapontando os investidores que esperavam cortes adicionais para ajudar a suportar as perdas causadas pela guerra entre os EUA e a China. Este motivo está a travar maiores ganhos nas bolsas norte-americanas.

Por esta altura, o Dow Jones sobe 0,2% para 27.220,06 pontos, o Standard & Poor’s 500 ganha 0,2% para 3.015.04 pontos e o tecnológico Nasdaq Composite avança 0,3% para os 8.207,94 pontos.

Entre as empresas, a Microsoft Corp e a retalhista Target Corp sobem 2% e 1%, respectivamente.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI