Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas americanas seguem a valorizar (act)

As bolsas americanas seguiam a valorizar, com os investidores a aguardarem a apresentação de resultados por parte de diversas companhias esta semana. O Nasdaq ganhava 0,02% e o Dow Jones somava 0,18%.

Pedro Viana pviana@mediafin.pt 13 de Janeiro de 2004 às 15:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas americanas seguiam a valorizar, com os investidores a aguardarem a apresentação de resultados por parte de diversas companhias esta semana. O Nasdaq ganhava 0,02% e o Dow Jones somava 0,18%.

O Dow Jones [INDU] cotava nos 10.503,55 pontos, o Nasdaq [CCMP] marcava 2.112,26 pontos.

Esta semana cerca de 36 companhias do índice S&P reporta ganhos, incluindo alguns dos maiores bancos e importantes tecnológicas, como a Intel, a Apple e a Sun Microsystems.

As acções da Accenture caiam 14,9% para 22,05 dólares (17,30 euros), depois da segunda maior consultora a nível mundial ter anunciado que os lucros por acção, referentes ao segundo trimestre fiscal, situar-se-ão entre os 21 e 27 cêntimos de dólares. Os analistas aguardavam 27 cêntimos.

A farmacêutica Genzime somava 0,93% à cotação de ontem, fixando-se nos 49,32 dólares (38,70 euros) depois de as vendas terem subido de 298 milhões de dólares (233,85 milhões de euros) para 479 milhões de dólares (375,89 milhões euros).

A Oracle, a terceira maior produtora mundial de «software», caia 0,33% para os 14,33 dólares (11,25 euros). O CEO da empresa, Larry Ellison, abandonou o cargo de presidente e para o seu lugar foi o administrador financeiro Jeff Henley.

A Abbott, descia 0,26% para os 44,18 dólares (34,67 euros) depois de ter concordado comprar TheraSense por 1,2 mil milhões de solares (0,94 mil milhões de euros). Esta aquisição vai reduzir os lucros por acção de 2004 em 1 cêntimo.

A Hewlett-Packard, segunda maior produtora de computadores, aumentava 0,13% cêntimos para os 24,55 dólares (19,27 euros). A empresa disse que planeia investir mil milhões de dólares (0,78 mil milhões de euros) em Singapura nos próximos 5 anos.

Mais lidas
Outras Notícias