Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas dos EUA sobem e renovam máximos

Os principais índices bolsistas dos EUA fecharam esta sessão em alta, renovando máximos, numa altura em que a especulação em torno da Grécia aponta para que o país apresente já amanhã uma extensão dos empréstimos.

Bloomberg
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2015 às 21:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Dow Jones terminou o dia a subir 0,16% para 18.047,58 pontos, uma variação idêntica à observada pelo S&P500, que renovou esta terça-feira um máximo histórico ao fechar nos 2.100,34 pontos. Em máximos, mas desta feita de Março de 2000, esteve o Nasdaq ao avançar 0,11% para 4.899,266 pontos.

 

A sessão nas bolsas americanas começou por ser de queda, mas entretanto os investidores aliviaram a pressão e voltaram a impulsionar os índices, depois de ontem as bolsas americanas terem estado fechadas devido às comemoração do Dia do Presidente.

 

A contribuir para o alívio de pressão estiveram as notícias sobre a Grécia e que apontam para que o país esteja a prepara-se para pedir à Europa extensão dos empréstimos, o que está a aumentar a expectativa de que as negociações entre a Zona Euro e Atenas podem ter um desfecho positivo em breve.

 

A marcar esta época continua a apresentação de resultados das cotadas americanas. Esta semana serão conhecidos os números de empresas como a Wal-Mart.

 

Até agora já apresentaram resultados do último trimestre de 2014 mais de três quartos das empresas que compõem o S&P500, deste total 76% superou as previsões dos analistas. Os lucros das cotadas aumentaram 4,2% nos últimos três meses do ano passado. Os analistas consultados pela Bloomberg prevêem que as empresas reportem agora dois trimestres consecutivos de quebra de lucros.

 

A contribuir para a subida dos índices esteve a banca, com o Citigroup a ganhar 0,96% para 51,69 dólares, o Goldman a apreciar 0,54% para 190,02 dólares e o JPMorgan a subir 0,72% para 60,10 dólares. A American Express também cresceu mais de 1% para 79,08 dólares.

 

A Intel também avançou 1,09% para 34,735 dólares.

 

Ver comentários
Saber mais Wall Street bolsas dos EUA Dow Jones Nasdaq S&P500
Outras Notícias