Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias caem mais de 3% penalizadas pela banca

As principais praças europeias negociaram hoje em forte queda penalizadas pelo sector da banca. Os sinais de um acentuar da recessão económica e o relatório da Moody’s foram os principais factores a penalizar os bancos europeus.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2009 às 17:39
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
As principais praças europeias negociaram hoje em forte queda penalizadas pelo sector da banca. Os sinais de um acentuar da recessão económica e o relatório da Moody’s foram o principais factores a penalizar os bancos europeus.

O índice pan-europeu Stoxx50, que engloba as 50 maiores empresas europeias, desvalorizou 2,39% para os 1.893,08 pontos.

Entre as principais praças europeias, o índice holandês AEX foi o mais penalizado ao recuar 3,63% para os 238,17 pontos, seguido do DAX alemão que desvalorizou 3,44% para os 4.216,60 pontos.

Em França, o CAC40 perdeu 2,94% para os 2.875,23 pontos, o IBEX espanhol encerrou a sessão a negociar nos 7.843,20 pontos ao desvalorizar 2,87% e o FTSE100, em Inglaterra, caiu 2,43% para os 4.034,13.

As quedas do mercado europeu seguem-se à maior desvalorização em três semanas das praças asiáticas, o que levou o índice MSCI Asia-Pacific a perder quase 3%. Também em terreno negativo segue Wall Street, com os índices norte-americanos, a registarem quedas superiores a 3% e a negociarem em mínimos de Novembro.


Na sessão de hoje, o destaque vai para o sector da banca que negociou em forte queda depois do Moody’s Investors Service ter afirmado que poderá rever em baixa as avaliações dos bancos que tenham unidades na Europa de Leste.

O índice DJ Stoxx para a banca na Europa afundou 6,13% para os 116,13 pontos, com 53 dos 56 títulos a negociarem em queda. Esta foi a sexta sessão consecutiva em que o índice encerrou em terreno negativo.

O HSBC, em Inglaterra, foi o título que mais pressionou o índice ao cair 6,79% para os 494,5 pence, seguido do Banco Santander que desvalorizou 6,74% para os 5,12 euros, em Espanha.

O francês BNP Paribas também encerrou em forte queda, ao perder 7,53% para os 24 euros e o BBVA, em Espanha, recuou 7,07% para os 6,05 euros.


Veja também:

As cotações dos principais índices
A evolução das acções das bolsas de
Espanha, França, Holanda e Alemanha



Ver comentários
Outras Notícias