Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias seguem em queda após crude atingir 60 dólares

As bolsas europeias seguiam em queda pressionadas pelo facto do petróleo ter atingido um novo valor máximo nos 60 dólares por barril. O Dow Jones Stoxx 50 deslizou 0,58% para os 3.054,37 pontos aliviando do máximo dos últimos três anos alcançado na sessão

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 24 de Junho de 2005 às 10:37
  • Partilhar artigo
  • ...

As bolsas europeias seguiam em queda pressionadas pelo facto do petróleo ter atingido um novo valor máximo nos 60 dólares por barril. O Dow Jones Stoxx 50 deslizou 0,58% para os 3.054,37 pontos aliviando do máximo dos últimos três anos alcançado na sessão anterior.

O crude valorizou ontem mais de 3% alcançando, assim, a fasquia histórica dos 60 dólares por barril, perante receios de que a produção das refinarias não vai ser suficiente para satisfazer a procura por gasolina nos EUA durante o Verão. Neste momento seguia a subir 0,84% para os 59,92 euros. Já o «brent», transaccionado em Londres, avançava 0,85% para os 58,45 dólares.

O IBEX perdia 0,65% para os 9.705,90 pontos, impulsionado pelo Santander, que caía 0,83% para os 9,52 euros, e pela Telefónica que escorregava 0,74% para os 13,40 euros.

O Footsie depreciava 0,41% para os 5.093,40 pontos, depois de ontem ter renovado o máximo de três anos. A Vodafone e a Glaxosmithkline eram os títulos responsáveis por esta tendência com quedas de 0,74% para os 135 pence e de 0,59% para os 1349 pence, respectivamente.

Em França o CAC escorregava 0,95% para os 4.199,90 pontos pressionado pelas desvalorizações de 1,01% para os 68,8 euros da Sanofi-Aventis e de 1,32% para os 56,2 euros do BNP Paribas, respectivamente.

O DAX era o índice que registava a maior queda de 1,12% para os 4.575,54 pontos. A Siemens desvalorizava 1,44% para os 62,29 euros enquanto a Sap perdia 1,96% para os 140,63 euros.

Em Amesterdão, o AEX desvalorizava 0,93% para os 379,64 pontos. A Philips Electron pressionava com perdas de 1,03% para os 22,99 euros.

Outras Notícias