Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas nipónicas arrastadas por incerteza política na Europa

Sentimento de incerteza em torno da formação de um governo de maioria em Itália contagiou praças nipónicas.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 27 de Fevereiro de 2013 às 07:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As praças japonesas não resistiram ao clima de instabilidade que se vive na Europa, fruto da crise política italiana, e encerraram a sessão a desvalorizar mais de 1%. Já as restantes bolsas, fora do Japão, conseguiram contrariar as quedas.

 

O nipónico Topix desvalorizou 1,35%, para os 953,72 pontos, enquanto o Nikkei caiu 1,27%, para os 11.253,97 pontos, com o índice a registar a maior perda em dois dias desde Novembro de 2011. Já o MSCI Ásia Pacífico, excluindo o Japão, ganhou 0,6%, beneficiado pela divulgação de indicadores animadores nos EUA.

 

O impasse em torno da formação de um governo de maioria em Itália pressionou fortemente os mercados accionistas do Velho Continente na última sessão, com os investidores a evitarem investir em acções perante este novo clima de instabilidade.

 

Esta quarta-feira, Itália testa o mercado com uma emissão de dívida de longa duração, depois de ontem ter visto o seu custo de financiamento disparar, numa colocação de obrigações de curto prazo.

 

O Tesouro italiano financiou-se em 8,75 mil milhões de euros mas teve, para isso, de suportar o custo implícito mais elevado desde Outubro. Os títulos a seis meses foram emitidos a uma taxa implícita de 1,237%, que compara com os 0,731% “pagos” em finais de Janeiro.

 

A pressionar a negociação estiveram as empresas exportadoras, com a Toyota Motor a perder 2,3%, enquanto a Kawasaki Kisen Kaisha caiu 4,2%.

Ver comentários
Saber mais Nikkei Topix MSCI Ásia Pacífico
Outras Notícias