Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas norte-americanas encerram a subir

As bolsas norte-americanas encerraram hoje a subir, impulsionadas pela evolução das acções do sector informático. O Dow Jones encerrou a valorizar 0,58% e o Nasdaq a subir 0,44%.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 04 de Dezembro de 2003 às 21:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas norte-americanas encerraram hoje a subir, impulsionadas pela evolução das acções do sector informático. O Dow Jones encerrou a valorizar 0,58% e o Nasdaq a subir 0,44%.

O Dow Jones [INDU] fechou nos 9.930,82 pontos, enquanto o Nasdaq [CCMP] encerrou nos 1.968,80 pontos.

O sector que mais travou os índices foi o comércio a retalho, «empurrado» pela Best Buy, que recuou 6,18% depois de ter registado no terceiro trimestre de 2003 lucros abaixo do esperado.

Vários outros grupos retalhistas anunciaram vendas, que pela sua evolução indiciam que os consumidores não estão a gastar tanto quanto aquilo que tinha sido previsto no início do actual período de compras de Natal.

Os pedidos iniciais de subsídio ao desemprego aumentaram em 11 mil para um total de 365 mil registos na semana passada, nos EUA, anunciou hoje o departamento de Trabalho norte-americano.

Os economistas consultados pela Bloomberg aguardavam que os pedidos iniciais aumentassem para 354 mil.

Já os títulos de empresas do sector energético registaram aumentos, com o gás natural, negociado em Nova Iorque, a subir pela oitava sessão consecutiva, a mais longa evolução em mais de três anos. O contrato futuro de gás natural, com entrega em Janeiro, aumentou 10%, o máximo dos últimos 9 meses.

O departamento de Energia dos EUA anunciou uma procura acima do esperado por reservas armazenadas, o que fez as acções das companhias do sector aumentarem.

A Exxon Mobil, a companhia petrolífera com maior dispersão em bolsa, aumentou 1,15%, enquanto a Burlington Resources, uma produtora de gás natural, subiu 4,44%.

Todas as 23 companhias do índice de Energia do S&P 500 registaram valorizações.

Mas foi o sector informático que mais impulsionou os índices, com a Cisco e a Qualcomm a liderarem os ganhos. A Cisco avançou 2,92 % depois de um analista ter revisto em alta a recomendação das acções da companhia.

A Qualcomm aumentou 10,41 % depois da companhia ter aumentado a sua previsão de lucros e vendas, apoiada numa subida da procura.

O american depositary receipt (ADR) da Portugal Telecom (PT) [PTC] caiu 1,24% para 9,52 dólares (7,88 euros), enquanto em Lisboa as acções da operadora de telecomunicações caíram 1%, para 7,90 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] depreciou 0,20% para 24,78 dólares (24,78 euros), enquanto em Lisboa a empresa viu os seus títulos encerrarem nos 2,03 euros, inalterados. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Outras Notícias