Mercados Bolsas valorizam impulsionadas pela banca

Bolsas valorizam impulsionadas pela banca

As bolsas europeias valorizavam impulsionadas principalmente pelo sector da banca. O Dow Jones Stoxx 50 negociava nos 3.427,81 pontos com uma subida de 0,34%. O Royal Bank of Scotland e a Rio Tinto eram os títulos que mais impulsionavam este índice.
Ana Filipa Rego 11 de janeiro de 2006 às 10:56

As bolsas europeias valorizavam impulsionadas principalmente pelo sector da banca. O Dow Jones Stoxx 50 negociava nos 3.427,81 pontos com uma subida de 0,34%. O Royal Bank of Scotland e a Rio Tinto eram os títulos que mais impulsionavam este índice.

A mineira britânica avançava 2,09% para os 2689 pence  depois de ontem o cobre terem atingido valores recorde e da Goldman Sachs ter revisto em alta a recomendação para «outperform» de «em linha». A casa de investimento estimou ainda que os contratos dos preços de escórias de ferro, usados para fazer o aço, vão aumentar 18% em 2006.

Neste contexto, o  FTSE, em Londres, subia 0,57% para os 5.721,20 pontos impulsionado pela Rio Tinto e pelo Royal Bank of Scotland que avançava 1,129% para os 1800 pence.

O Ibex também ganhava  0,68% para os 10.944,20 pontos, com o contributo das subidas de 0,84% para os 13,19 euros e de 0,62% para os 11,30 euros da Telefónica e do Santander, respectivamente.

Na praça francesa, o CAC, depois de ter renovado máximos de 2001, valorizava 0,62% para os 4.891,98 pontos impulsionado pela Sanofi-Aventis, que somava 1,08% para os 79,25 euros, e da Lóreal, que avançava 2,97% para os 65,95 euros.

O AEX apreciava 0,71% para os 447,05 pontos impulsionado pelo Fortis e pelo Ing Groep que valorizavam 1,78% para os 28,04 euros e 0,71% para os 29,75 euros, respectivamente.




Marketing Automation certified by E-GOI