Research BPI admite subida da margem de refinação da Galp

BPI admite subida da margem de refinação da Galp

A Galp Energia apresentou esta segunda-feira os seus dados provisionais. A margem de refinação benchmark foi de 4 dólares por barril. Os analistas do BPI consideram que poderá existir uma subida da margem de refinação da petrolífera.
BPI admite subida da margem de refinação da Galp
Miguel Baltazar
Negócios 25 de janeiro de 2016 às 10:13

A Galp Energia apresentou esta segunda-feira, antes da abertura do mercado, os seus dados provisionais. Os números mostram que as matérias-primas processadas registaram um crescimento de 4,2% no face ao último trimestre de 2014. As vendas de produtos petrolíferos subiram 0,5%.

 

Em termos de exploração e produção, a produção média "working interest" aumentou 43,3% para 52.100 barris por dia no quarto trimestre de 2015 em comparação com o mesmo período do ano anterior.

 

Os dados enviados pela petrolífera à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários mostram que a margem de refinação "benchmark" - um indicador que permite saber os lucros através da transformação de crude em combustíveis - foi de 4 dólares por barril no quarto trimestre de 2015. Este valor fica abaixo do registado no trimestre anterior, época em que este indicador estava nos 6,2 dólares. Já no último trimestre de 2014, a margem de refinação "benchmark" estava nos 2,9 dólares por barril.

 

Numa nota de análise a que o Negócios teve acesso, os analistas do BPI consideram que as margens de refinação de referência "ficaram abaixo dos números do último trimestre, que foi o mais forte do ano, mas acima das do ano passado".

"A Galp anunciou para o ano de 2015 uma orientação para a margem de referência [benchmark] de 3 dólares por barril no último 'capital market day' (Março de 2015). Esperamos um prémio de referência acima do 0,6 dólares por barril do último trimestre. [Altura] que foi impactada pela baixa arbitragem nas vendas a gasolina entre os Estados Unidos da América e a Europa e poucas fontes de oportunidades de optimização", referem ainda os analistas do BPI.

 

Na nota de análise, os especialistas alertam ainda que está agendada uma paragem de 45 a 60 dias durante o primeiro trimestre de 2016, o que pode ter efeitos no prémio da margem de refinação.

 

As acções da Galp Energia seguem em terreno positivo. Por esta altura, somam 0,20% para 9,882 euros. 

O petróleo está, por outro lado, em queda nos mercados internacionais. O Brent do Mar do Norte, que serve de referência para as importações nacionais, recua 2,80% para 31,28 dólares por barril.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI