Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Café no máximo de cinco meses com possível corte da oferta vietnamita

As cotações do café estão no nível mais alto dos últimos cinco meses, em Londres, devido à previsão de uma menor oferta por parte do Vietname – maior produtor mundial de grãos de robusta – e devido aos baixos «stocks».

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 31 de Julho de 2006 às 16:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As cotações do café estão no nível mais alto dos últimos cinco meses, em Londres, devido à previsão de uma menor oferta por parte do Vietname – maior produtor mundial de grãos de robusta – e devido aos baixos «stocks».

A próxima colheita vietnamita não começará antes de Outubro ou Novembro e os plantadores já venderam a maior parte da sua anterior colheita, terminada em Fevereiro, refere a Bloomberg. Por outro lado, as reservas de grãos de robusta existentes nos armazéns certificados pelo Euronext.Liffe já diminuíram 41% desde o início deste ano.

«A situação da oferta está mais apertada para o robusta este trimestre», afirmou Ralph Hawes, da Sucden Ltd, citado pela Bloomberg. «A colheita do Vietname tem sido mais reduzida e registou-se um escoamento consistente dos inventários, particularmente os certificados pelo Liffe», acrescentou o mesmo responsável.

O café de qualidade robusta para entrega em Setembro está a ganhar 1,6% no mercado londrino, fixando-se em 1.317 dólares por tonelada. Os preços subiram 9,6% desde o início do ano e estão no mais alto valor desde 3 de Fevereiro.

Ver comentários
Outras Notícias