Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI estima aumento dos lucros da Nos para 94,8 milhões de euros

A poucos dias de a Nos revelar os resultados finais de 2016, o CaixaBI antecipa que os lucros da operadora de telecomunicações tenham aumentado 14,6% para 94,8 milhões de euros. A casa de investimento mantém a recomendação o preço-alvo nos 7 euros.

Miguel Baltazar/Negócios
David Santiago dsantiago@negocios.pt 24 de Fevereiro de 2017 às 07:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O CaixaBI antecipa que a Nos tenha obtido lucros de 94,8 milhões de euros em 2016, mais 14,6% do que o resultado líquido de 82,7 milhões de euros conseguido no exercício financeiro de 2015. Na análise de "research" divulgada esta quinta-feira, 23 de Fevereiro, o banco de investimento da Caixa Geral de Depósitos mantém também a recomendação sobre os títulos da operadora de telecomunicações em "comprar" e reitera ainda o preço-alvo em 7 euros. Assumindo o valor de fecho de 5,583 euros da Nos na sessão bolsista de hoje, este preço-alvo garante um potencial de valorização de 25,38% às acções da Nos. 

Lembrando que a operadora vai divulgar os resultados do último trimestre de 2016 no próximo dia 2 de Março, já depois do fecho dos mercados, o CaixaBI antecipa  que n
os últimos três meses do ano passado os lucros terão sido de 9,4 milhões de euros, mais 1,8% do que no período homólogo e bem abaixo (-66%) dos 27,5 milhões de euros obtidos entre Julho e Setembro de 2016.

 

Já o EBITDA ter-se-á fixado em 553,3 milhões de euros no total do ano de 2016, o que representa uma ligeira melhoria de 3,8% relativamente aos 533,2 milhões de euros alcançados em 2015. Com os analistas a considerarem que esta variação trimestral se deveu aos efeitos de sazonalidade e aos custos decorrentes dos direitos de transmissão de futebol.

 

Em jeito de conclusão, o banco de investimento da CGD nota que os crescimentos homólogos de 4,3% das receitas consolidadas e de 3,8% do EBITDA ficam aquém do desempenho conseguido em 2015 (em que ambas avançaram 4,4% em termos homólogos).

 

E tendo em conta que a cotada liderada por Miguel Almeida deverá apresentar em breve as linhas do seu novo plano estratégico para os próximos anos, o CaixaBI prefere aguardar para então fazer uma actualização à análise da operadora. Sendo que esperam um aumento do capex e maior investimento na fibra. 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais CaixaBI Nos Resultados Receitas Lucros EBITDA Miguel Almeida
Mais lidas
Outras Notícias