Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI antecipa lucros de 37,9 milhões de euros para a Altri

Em nota de "research" o CaixaBI estima que a Altri tenha obtido lucros de 37,9 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2016, valor que compara com o lucro de 50,3 milhões de euros alcançado no período homólogo.

Paulo Fernandes, Altri. Eleito segundo melhor CEO da Europa no sector da pasta e papel
David Santiago dsantiago@negocios.pt 26 de Julho de 2016 às 19:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O CaixaBI, unidade de investimento da Caixa Geral de Depósitos (CGD), antecipa que a Altri tenha obtido um lucro de 37,9 milhões de euros nos primeiros seis meses de 2016, valor que representa uma quebra face ao resultado líquido de 50,3 milhões de euros registado em igual período do ano passado.

 

Somente no segundo trimestre de 2016, a casa de investimento da CGD estima que a Altri tenha obtido lucros de 12,7 milhões de euros, uma redução de 54,7% comparativamente com o período homólogo (28,1 milhões de euros registados entre Abril e Junho de 2015) e uma quebra de 49,3% relativamente ao lucro de 25,1 milhões de euros alcançado nos primeiros três meses deste ano.

 

Em relação às receitas, o CaixaBI antevê que tenham caído de 312,8 milhões de euros no primeiro semestre de 2015 para 293,3 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano. No que diz respeito ao EBITDA, o CaixaBI antecipa que também tenha recuado de 312,8 milhões de euros no primeiro semestre de 2015 para 293,3 milhões de euros entre Janeiro e Junho de 2016. A produtora de papel e pasta de papel divulga resultados referentes ao segundo trimestre no dia 28 de Julho, já depois do encerramento da bolsa nacional. 

 

Segundo os analistas do CaixaBI estes resultados derivam da quebra de preços da pasta de papel branqueada, que baixou da barreira dos 700 dólares por tonelada pela primeira vez desde o quarto trimestre de 2011 e início do ano de 2012. Já sob a denominação em euro atingiu o preço mais baixo desde o último trimestre de 2014.

 

Na análise do CaixaBI é apontada uma combinação entre baixos preços da pasta de papel, tanto numa base trimestral como anual, e menores níveis de produção (devido às operações de manutenção nas unidades de Celtejo e Celbi) como tendo provocado um impacto na capacidade de gerar proveitos da empresa.

 

Em jeito de conclusão, o CaixaBI resume o essencial da situação da Altri e do sector com a questão do "preço". Restando saber se continuará a cair, ou não. Por outro lado, o CaixaBI salienta como um factor também importante o valor do dólar, que quanto mais valorizado maior impacto positivo terá para as receitas da Altri.

 

Aqui chegados, os analistas do CaixaBI decidiram manter inalterada a recomendação para as acções da Altri em "comprar" e reiterar o preço-alvo em 5,90 euros, o que tendo em conta os 3,431 euros de valor de fecho na sessão desta terça-feira, 26 de Julho, atribui um potencial de valorização de 71,96% aos títulos da empresa presidida por Paulo Fernandes.     

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro.

Ver comentários
Saber mais Altri CaixaBI CGD Resultados Lucros EBITDA Receitas Research Paulo Fernandes
Mais lidas
Outras Notícias