Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI eleva estimativas e preço-alvo dos CTT

A unidade de investimento da Caixa Geral de Depósitos elevou as estimativas e o preço-alvo para os CTT. Ainda assim, destaca que o banco postal é o principal risco para o cenário traçado para a empresa.

Pedro Elias/Negócios
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 08 de Outubro de 2015 às 18:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O CaixaBI, a unidade de investimento da Caixa Geral de Depósitos, decidiu elevar as estimativas e o preço-alvo para os CTT. De acordo com uma nota de análise a que o Negócios teve acesso, o CaixaBI subiu o preço-alvo da empresa de serviço postal de 10 euros para 10,20 euros, mantendo a recomendação em neutral.

"Decidimos ajustar as nossas estimativas após dois trimestres de actividade em 2015 com mudanças ao nível de orientação e também desenvolver um ‘roll-over’ do nosso valor justo para as estimativas para o ano de 2016", pode ler-se na nota de "research". "A gestão actualizou os objectivos para 2015 para endereçar a quebra entre 3% a 4% ano-a-ano" e "subiu a meta para o EBITDA recorrente", refere ainda o documento.


Os analistas do CaixaBI, decidiram "aumentar a avaliação das soluções de negócio e correio e dos serviços financeiros".

Nesta nota de análise, o CaixaBI sustenta que o principal risco para o cenário base está relacionado com o banco postal. Em especial "com o tempo/recursos consumidos com assuntos relativos ao retorno esperado a médio prazo".

Porém, num outro ponto desta nota, os analistas acreditam que os CTT vão distribuir dividendos "como uma folha de balanço forte e uma geração segura de cash-flow, beneficiando também de um programa limitado de capex".


As acções dos CTT encerraram esta quinta-feira a subir 0,30% para 10,08 euros. Dado o preço-alvo estabelecido pelos analistas do CaixaBI de 10,20 euros, o título tem um potencial de valorização em torno de 1,2%.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais Caixa Geral de Depósitos CTT CaixaBI banco postal
Outras Notícias