Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI prevê crescimento de 5% dos lucros dos CTT

Os analistas prevêem uma queda dos custos operacionais e um aumento das receitas, com o forte contributo do segmento dos serviços financeiros. O banco de investimento mantém o preço-alvo de 10 euros e a recomendação "neutral".

Sofia A. Henriques/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 08 de Maio de 2015 às 18:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os analistas do CaixaBI estimam que os lucros dos CTT tenham crescido 5% no primeiro trimestre deste ano face ao período homólogo, para um total de 19 milhões de euros. Já as receitas terão aumentado 2,7% para 181,1 milhões de euros. A empresa liderada por Francisco Lacerda (na foto) apresenta ao mercado os seus resultados dos primeiros três meses deste ano na próxima quarta-feira, 13 de Maio.

 

"No geral, esperamos que este trimestre revele um melhor desempenho com base no aumento dos preços no segmento de correio, em Março, nas iniciativas de corte de custos e na estabilização da queda dos volumes de correio", lê-se na nota de análise divulgada esta sexta-feira, 8 de Maio.    

 

Os analistas do CaixaBI acreditam que todos os segmentos terão contribuído para o aumento expectável das receitas, especialmente o dos serviços financeiros, que terá registado uma subida de 17% face ao mesmo período do ano passado.

 

O banco de investimento destaca a subscrição "massiva" de Bilhetes do Tesouro na última semana de Janeiro, que totalizou 1,9 mil milhões de euros. "Os CTT são o distribuidor exclusivo de Bilhetes do Tesouro para o mercado de retalho. Portanto, esperamos um forte desempenho no segmento dos serviços financeiros neste trimestre, embora deva ser visto como um evento único, uma vez que o IGCP reduziu a remuneração dos novos certificados de poupança a partir de Fevereiro", explica a nota de análise.

 

Já o EBITDA deverá ter subido 4,4% para 34,6 milhões de euros, beneficiando de maiores receitas e menores custos operacionais

 

Os analistas mantiveram o preço-alvo para as acções dos CTT em 10 euros e a recomendação "neutral". 

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

    

Ver comentários
Saber mais CTT Serviços Financeiros economia negócios e finanças resultados
Outras Notícias