Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI sobe preço-alvo da Sonae Capital e critica pagamento de dividendos

O banco de investimento diz que teria sido mais benéfico para os accionistas que a empresa cortasse a dívida, em vez de pagar dividendos.

16º - Cláudia Azevedo - Sonae Capital: 176,9 mil euros
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 08 de Junho de 2016 às 07:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A CaixaBI elevou o preço-alvo das acções da Sonae Capital, para reflectir vários factores, como a venda da posição na Norscut, o pagamento de dividendos e a revisão de estimativas de resultados.

A avaliação das acções passou de 0,57 euros para 0,63 euros, embora a recomendação tenha descido de "comprar" para "acumular". O preço-alvo incorpora um "desconto" de 20% devido ao facto de a Sonae Capital ser uma "holding" e uma "small cap".


Numa nota de "resesarch" a que o Negócios teve acesso, o CaixaBI assinala que o encaixe com a venda da posição na Norscut deverá ascender a 70 milhões de euros, o que se situa 15 milhões de euros acima das estimativas iniciais do banco.


Quanto ao pagamento do dividendo de 6 cêntimos, o CaixaBI refere que constituiu uma "surpresa", pois os accionistas "tinham tirado maior partido se a empresa utilizasse o dinheiro para reduzir a dívida".


De acordo com o CaixaBI, a Sonae Capital está a utilizar o encaixe com a venda de activos "não core" para remunerar os accionistas, pelo que estima que no próximo ano a empresa pague um dividendo de 3 cêntimos por acção, que corresponde ao encaixe com a venda da posição na Norscut.


Na nota de "research" o CaixaBI destaca que a prestação operacional da Sonae Capital está muito dependente de factores externos, como a atribuição de vistos gold, concorrência fiscal entre vários países, preços da energia e a evolução da economia portuguesa, pelo que a acção está vulnerável a fortes oscilações em reacção a desenvolvimentos económicos.


As acções da Sonae Capital fecharam a sessão de terça-feira a cair 1,51% para 0,589 euros.

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

 

Ver comentários
Saber mais Sonae Capital preço-alvo dividendos
Outras Notícias