Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI sobe “target” da Galp em 15,3% para 8,25 euros

O CaixaBI aumentou o preço-alvo para as acções da Galp em 15,3%, de 7,15 euros para 8,25 euros, devido à incorporação na avaliação da empresa da descoberta de petróleo no Bloco do Brasil. A casa de investimento refere que a petrolífera portuguesa apresent

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 09 de Março de 2007 às 09:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O CaixaBI aumentou o preço-alvo para as acções da Galp em 15,3%, de 7,15 euros para 8,25 euros, devido à incorporação na avaliação da empresa da descoberta de petróleo no Bloco do Brasil. A casa de investimento refere que a petrolífera portuguesa apresentou "um bom conjunto" de resultados em 2006.

A Galp apresentou os resultados anuais de 2006 na passada quarta-feira, tendo registado lucros de 755 milhões de euros, contra 701 milhões de euros em 2005. O EBITDA subiu de 1,19 mil milhões de euros para 1,24 mil milhões e as receitas cresceram 9,6% para 12,21 mil milhões de euros.

O CaixaBI considera que este é "um bom e em linha conjunto de resultados dadas as restrições do mercado (redução das margens de refinação)".

A casa de investimento aumentou a avaliação da Galp depois de ter incorporado a descoberta de petróleo no Bloco BM-S-11 no Brasil, em que a petrolífera portuguesa tem uma participação de 10% e cujas reservas atingem entre 1,7 e 10 mil milhões de barris de petróleo, segundo os dados divulgados pela British Gas (que tem uma participação de 25%) e a Galp.

Os analistas Susana Neto e Carlos Jesus chamam a atenção para o facto deste tipo de descobertas apresentar alguns problemas em termos de avaliação nomeadamente no que se refere ao montante de reservas que deve ser considerado. Assim sendo, os analistas optaram por fazer a avaliação da Galp assumindo o ponto médio do intervalo das reservas indicado pelos detentores do Bloco.

O CaixaBI manteve a recomendação de "acumular" para os títulos da Galp [galp pl].

O novo preço-alvo representa um potencial de valorização de 13,3% face à cotação actual das acções, de 7,28 euros.

As acções da Galp seguem a cair 0,55% para 7,27 euros.

Outras Notícias