Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO do HSBC ameaça demitir-se se não for promovido a "chairman"

O presidente executivo do HSBC ameaçou demitir-se numa reunião na semana passada caso não seja eleito presidente do conselho de administração.

Ana Catarina Gonçalves 22 de Setembro de 2010 às 14:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Michael Geoghegan, CEO do banco britânico, ameaçou demitir-se caso não lhe seja atribuída a posição de presidente do concelho de administração.

Stephen Green vai abandonar o cargo para se tornar Ministro do Comércio e o HSBC prevê encontrar um substituto durante a reunião na próxima terça-feira, noticia o “The Guardian” citando o “Financial Times”.

Geoghegan está descontente com o facto de o banco estar a ponderar a possibilidade de abandonar a sua tradição de eleger os seus CEO como "chairman".

“Disseram-lhe que a administração não estava pronta para lhe dar a presidência e ele não ficou feliz com isso”, afirmou ao jornal uma fonte próxima do assunto. O banco, no entanto, recusou-se a comentar.

Além de Geoghegan, estão em cima da mesa nomes como John Thornton, um antigo banqueiro da Goldman Sachs; Douglas Flint, director financeiro do banco; e Simon Robertson, que não é executivo mas está a liderar o processo de sucessão.


Ver comentários
Outras Notícias