Mercados China e OPEP aproximam petróleo dos 30 dólares

China e OPEP aproximam petróleo dos 30 dólares

O petróleo está a afundar para mínimos de mais de 11 anos nos mercados internacionais, pressionado pelo excesso de oferta e pela perspectiva de um menor consumo, devido ao abrandamento da economia chinesa.
China e OPEP aproximam petróleo dos 30 dólares
Vera Ramalhete 07 de janeiro de 2016 às 12:53

O petróleo está a afundar nos mercados internacionais aproximando-se dos 30 dólares por barril. O Brent, barril de referência para Portugal, já recuou até aos 32,16 dólares, o valor mais baixo desde Abril de 2004. A perspectiva de um abrandamento do consumo, devido ao arrefecimento da economia chinesa, associada ao excesso de matéria-prima no mercado está a afundar as cotações.

O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres, está a cair 2,92% para 33,23 dólares por barril, tendo já afundado um máximo de 6,05% durante a sessão desta quinta-feira, para 32,16 dólares, renovando mínimos de 11 anos. Recua 10,86% este ano. O West Texas Intermediate (WTI), negociado em Nova Iorque, está a cair 3,39% para 32,82 dólares. Chegou a tocar nos 32,10 dólares por barril, o valor mais baixo desde 29 de Dezembro de 2003. Está a desvalorizar desde o início do ano, pela quarta sessão, acumulando uma queda de 11,39%.

A turbulência na China – que, esta quinta-feira, desvalorizou a moeda pelo oitavo dia para o nível mais baixo em quase cinco anos – está a afectar os mercados financeiros mundiais, incluindo as matérias-primas. Um abrandamento da segunda maior economia mundial tem impacto negativo nas perspectivas de crescimento da procura de petróleo, que são inferiores à oferta existente, criando um excedente no mercado.

Este excesso de oferta de petróleo tem pressionado os preços, que afundaram de valores superiores aos 100 dólares, em 2014, para a casa dos 30 dólares. A decisão, em Novembro de 2014, da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) manter a produção inalterada, para pressionar os outros países a reduzir a oferta, agravou este excedente.

Barril da OPEP abaixo dos 30 dólares

O preço de referência da OPEP – calculado com base em 12 qualidades de petróleo produzidos pelos países membros – caiu esta quarta-feira para os 29,71 dólares por barril, informou a organização em comunicado esta quinta-feira. Está, assim, abaixo dos 30 dólares pela primeira vez desde Abril de 2004.

Apesar do impacto destes preços baixos nos seus orçamentos, os países membros não chegaram a acordo para cortar a produção e mantiveram esta estratégia, na última reunião de Dezembro de 2015. Agora, o corte das relações diplomáticas entre a Arábia Saudita e o Irão – dois membros da OPEP - deixou antever uma disrupção na oferta, na sequência do agravar das tensões na zona, que impulsionou momentaneamente os preços.

Mas, as reservas petrolíferas recorde, acima dos 3 mil milhões de barris, tornam improvável um défice de oferta nos tempos mais próximos. Pelo contrário, as tensões vieram diminuir a probabilidade de um entendimento dentro do grupo para reequilibrar o mercado. Adicionalmente, o Irão pretende retomar o nível de exportações anterior às sanções internacionais, assim que estas sejam levantadas, o que pode acontecer ainda este mês. A valorização do dólar, em máximos históricos, pressiona também a negociação do barril de Brent, transaccionado nesta divisa.  




pub

Marketing Automation certified by E-GOI