Bolsa China prepara-se para bloquear acesso a plataformas de negociação de criptomoedas

China prepara-se para bloquear acesso a plataformas de negociação de criptomoedas

A China já tinha proibido as negociações de criptomoedas. Contudo, recentemente, as autoridades notaram uma aposta nestas moedas através de plataformas online e aplicações móveis. Por isso, pretendem bloquear o acesso a este tipo de plataformas.
China prepara-se para bloquear acesso a plataformas de negociação de criptomoedas
reuters
Ana Laranjeiro 15 de janeiro de 2018 às 13:04

As autoridades chinesas preparam-se para bloquear o acesso a plataformas online e aplicações móveis que permitam a transacção de criptomoedas.

Em Setembro do ano passado, o banco central da China comunicou ao mercado que as ofertas iniciais de moedas (initial coin offerings em inglês, ICO) são ilegais e pediu que todas as operações de levantamento de capital fossem interrompidas imediatamente, tendo emitido novas regras sobre o tema, de acordo com as informações avançadas pela Bloomberg na época.

O Banco Popular da China determinou ainda, na altura, que as entidades que levantaram capital com recurso a este método tinham de reembolsar os investidores. Além disso, e de acordo com a Reuters, encerrou os meios que permitiam as trocas locais de criptomoedas e limitou as bitcoin.

Agora, e de acordo com fontes da agência de informação Bloomberg, as autoridades chinesas pretendem bloquear o acesso a plataformas online e aplicações móveis que permitam a transacção das moedas virtuais, quer essas plataformas sejam chinesas ou estrangeiras.

Apesar da proibição das ICO, as autoridades têm notado uma subida na negociação de criptomoedas através deste tipo de plataformas e, por isso, pretendem bloquear o acesso às mesmas. As fontes da Bloomberg não esclareceram, contudo, como é que as autoridades vão definir essas plataformas.

Esta notícia surge depois de na semana passada o governo sul-coreano ter anunciado que se prepara para proibir a negociação de criptmoedas no país, que é a morada de mais de uma dúzia de bolsas de moedas electrónicas, de acordo com os dados da Korea Blockchain Industry Association, citados pela Reuters.

Numa conferência de imprensa, o ministro da Justiça da Coreia do Sul, Park Sang-ki, informou que o governo está a preparar uma legislação para banir a negociação das moedas virtuais nas bolsas do país, um anúncio que está a penalizar as criptomoedas.  

"Há grandes preocupações em relação às moedas virtuais e o Ministério da Justiça está a preparar um decreto para proibir a negociação", disse Park, citado pela agência noticiosa, na altura.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profi

Anónimo Há 2 semanas

http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profit 0.2 btc for day
http://www.thegimmer.org/ top miner my profi

Anónimo 15.01.2018

A coreia do sul já não vai banir a criptomoeda............ aliás até já andam a testar o o ripple nos bancos do país.

Anónimo 15.01.2018

A notícia é de Setembro de 2017! Andam meses atrasados estes pobres coitados.

ver mais comentários
Saber mais e Alertas
pub