Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cinco empresas portuguesas tiveram reservas em contas em 2006

Das 75 empresas emitentes de valores mobiliários admitidos à negociação em mercado regulamentado no final de 2006, cinco apresentaram contas com reservas dos auditores (6,7% do total) e 70 sem qualquer reserva (93,3%), informou a CMVM em comunicado.

Negócios negocios@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2008 às 17:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Das 75 empresas emitentes de valores mobiliários admitidos à negociação em mercado regulamentado no final de 2006, cinco apresentaram contas com reservas dos auditores (6,7% do total) e 70 sem qualquer reserva (93,3%), informou a CMVM em comunicado.

Segundo a mesma fonte, das empresas com reservas, Papelaria Fernandes, VAA – Vista Alegre Alantis, Metropolitano de Lisboa, Parque Expo e Refer, duas (Metropolitano e Refer) apresentaram-nas apenas nas contas individuais e não são obrigadas a reportar contas consolidadas.

Em comparação com 2005 houve uma diminuição do número de empresas com reservas (de 6 para 5 e de 8% para 7%, em termos percentuais).

A diminuição do número de emitentes cotados com reservas "tem sido constante desde 2001", sublinha o comunicado.

"Salienta-se que em 2006 as sociedades Lisgráfica e Tertir sanaram todas as reservas apresentadas nas suas contas anuais reportadas a 2005", conclui o comunicado.

Outras Notícias